Curiosidades

Turismo gastronômico: conheça algumas das comidas mais estranhas do mundo

nov, 11

Da mesma forma que existem diferentes atrações turísticas ao redor do mundo, também há as mais variadas comidas típicas. Uma vez que a culinária está diretamente ligada à tradição e cultura da região, não é raro que os pratos de uma região pareçam estranhos em um primeiro momento. Porém, basta conhecer um pouco sobre as origens e significados de cada prato para tudo fazer sentido.

Confira, na sequência, algumas das comidas mais estranhas do mundo:

Bacon de Baleia – Japão: não pense nas tradicionais fatias de bacon que usamos em hambúrgueres ou mesmo para dar um sabor diferente no feijão. No Japão, uma das iguarias mais admiradas é o bacon de baleia cortado em fatias bem grossas;

flickr.com / Ken Taya No Japão, um dos pratos mais admirados é o bacon de baleia cortado em fatias bem grossas.

Filhotes de Ratos – Vietnã: sim, é isso mesmo que você acabou de ler: no Vietnã é bem comum encontrar restaurantes e bares que servem filhotes de ratos grelhados com um tipo de molho que mistura alho, gengibre e vinagre;

Morcegos Fritos – Burma: localizada no sudoeste asiático, a região de Burma é conhecida por seus pratos exóticos. Um bom exemplo é a porção de morcegos fritos servida com rodelas de pepino;

Ovos de Iguana – Colômbia: ao visitar a Colômbia, não se assuste ao encontrar no cardápio de restaurantes e bares a opção “Ovos de Iguana”. Lá é uma iguaria muito admirada e servida como petisco, normalmente como acompanhamento do rum. Os colombianos também adoram um lagarto grelhado;

flickr.com / Garrett Ziegler Os ovos de iguana são uma iguaria muito famosa na Colômbia, e normalmente é servida como petisco.

Sopa de Crocodilo – Tailândia: para quem gosta de variar, que tal uma sopa de crocodilo? Na Tailândia é bem comum encontrar este prato à venda, servido com carne de crocodilo cortada em pedaços;

flickr.com / angelhsu Na Tailândia é bem normal encontrar sopa de crocodilo nos cardápios.

Torrada com Lesmas – França: um dos centros gastronômicos mais cultuados da Europa também pode oferecer pratos exóticos em seus bares e restaurantes. A torrada com lesmas é geralmente servida com molho de gergelim e cogumelos;

Omelete de larva do bicho-da-seda – Vietnã/China: estes dois países compartilham uma iguaria bem exótica para quem vive no ocidente: fritas com cebolas cortadas e molho, as larvas são misturadas à omelete tradicional e oferecidas como refeição.  Ainda há a opção de saborear a casca da larva. O consumo de bicho-da-seda é tão comum nesta região, que faz parte da alimentação escolar da Tailândia;

Sopa de Cachorro – Coreia do Sul / Hong Kong: para os coreanos, a carne de cachorro tem elevado nível energético e pode até melhorar a vida sexual dos homens. Por isso, esta é uma comida bastante popular nestas regiões. Normalmente é servida com legumes e muitas especiarias, como cravo, açafrão e canela. Tem um cheio muito forte;

Farofa de Formiga – Brasil: por aqui também existem pratos que podem causar certa estranha. A farofa de formiga (içá ou saúva) faz parte da rotina alimentar de algumas comunidades rurais brasileiras, principalmente no sudeste, onde o sabor que lembra amendoim é muito apreciado. A formiga é rica em proteína e apresenta nível baixo de gordura.

Abriu o apetite? Viajar por diversos países e encarar um turismo gastronômico bem exótico, com algumas das comidas mais estranhas do mundo, é uma daquelas experiências certamente desafiadoras. A dica fundamental é tratar com respeito os costumes de cada povo, sabendo entender que o que parece estranho para um, pode ser muito comum para outro.

Comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *