Ecoturismo

Por que fazer ecoturismo na Costa Rica?

nov, 26

flickr.com / Sally Oh Depois de 400 anos de inatividade, o vulcão Arenal foi considerado extinto, até que em 1968 ele entrou em erupção.

Florestas tropicais, praias, vulcões, montanhas, cavernas e cachoeiras. Tudo isso pode ser visto na pequena Costa Rica que, apesar de ter apenas 51 mil quilômetros quadrados (pouco menos que o estado do Rio Grande do Norte), guarda tesouros naturais que são verdadeiros convites ao ecoturismo.

A Costa Rica tem mais de 100 áreas de preservação ambiental, 35 parques nacionais e oito reservas biológicas. Apesar de corresponder a apenas 0,03% da superfície terrestre, o país guarda 6% da biodiversidade mundial. Por conta desses fatores, a Costa Rica é considerada um dos melhores destinos para quem procura contato com a natureza.

Os 112 vulcões do país destacam-se como alguns dos principais atrativos turísticos da região. O mais famoso dos vulcões da Costa Rica é o Arenal, que encanta principalmente à noite — quando é possível apreciar a cor marcante das explosões de lava. O Poás, por sua vez, é o que possui a melhor estrutura para visitação.

iStockphoto.com / imaginary_nl A desova das tartarugas no Parque Nacional Tortuguero – um dos principais pontos de desova de tartarugas em todo o mundo – atrai muitos turistas às praias da região todos os anos.

Entre os parques, vale reservar um tempo para explorar o Parque Nacional Guanacaste, Parque Nacional de Santa Rosa, Parque Nacional Vulcão Rincón de La Vieja, Parque Nacional Palo Verde e o Parque Nacional Marino Las Baulas. Cada um deles oferece experiências únicas e inesquecíveis. Destaque especial para o Parque Nacional Tortuguero, onde ocorre a desova de tartarugas marinhas entre junho e julho.

Outro atrativo que faz da Costa Rica um lugar ideal para o ecoturismo são os esportes de aventura. Um dos pontos altos é o arvorismo, que nasceu justamente na região. Também é possível praticar bungee jump, rapel, tirolesa, balonismo, passeios a cavalo, rafting, surfe e mergulho.

iStockphoto.com / SkyF Quem criou o arvorismo na Costa Rica foram os biólogos que costumavam subir no alto das árvores para observar animais e plantas aéreas.

Comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *