Curiosidades / Ecoturismo

Chile: o melhor destino de aventura de 2015

nov, 27

O concurso World Travel Awards 2015 elegeu o Chile como principal destino para turismo de aventura na América Latina. É a primeira vez que o país vence o concurso desde sua criação.

Considerado o “Oscar” do setor, o World Travel Awards destaca os melhores locais da indústria do turismo desde 1993. A eleição acontece por votação popular a partir de uma lista definida por especialistas.

iStockphoto.com / Kseniya Ragozina A combinação de clima e geografia permite a prática de vários tipos de esportes de aventura no Chile.

Ocupando uma longa e estreita faixa costeira entre a Cordilheira dos Andes e o oceano Pacífico, o Chile vem apostando no desenvolvimento do turismo de aventura nos últimos anos. Um dos motivos é a diversidade de atrativos que o país possui, como cadeias de montanhas, vales com rios e lagos, extenso litoral, florestas chuvosas, além do deserto mais seco do mundo.

Recentemente, o Chile alcançou relevância como destino de aventura com a realização do Adventure Travel World Summit (ATWS 2015), conferência organizada pela Adventure Travel Trade Association (ATTA), que busca promover a indústria do turismo de aventura. Esse encontro colocou o país na vitrine mundial para os amantes de aventura e ecoturismo.

Conheça alguns passeios que destacam o Chile como o melhor destino de aventura da América do Sul:

Caminhada no gelo até o Glaciar Grey

Contando com a maior área de geleiras da América do Sul (22 mil km² e 1.700 geleiras), uma das aventuras mais realizadas pelos turistas é a caminhada no gelo até o Glaciar Grey, principalmente no verão. Nesta época é possível andar perto das geleiras e apreciar a magnitude da grande língua de gelo que compõe o sul da Patagônia.

flickr.com / Davidlohr Bueso O turismo tem um papel fundamental para posicionar o Chile como um país de nível mundial.

Trekking Cactus Valley

O Deserto do Atacama possui uma grande concentração de cactos, muitos deles centenários e com alturas que chegam aos sete metros, por isso, outra atividade muito praticada é caminhar por Guatín, também conhecido como Quebrada de Cardones, uma das áreas silvestres protegidas da região.

flickr.com / Leandro Neumann Ciuffo A premiação aconteceu em uma cerimônia em Bogotá, na Colômbia.

Confira, pacotes de viagem para o Atacama.

Caiaque pela rota dos glaciares

Além da caminhada no gelo, os glaciares chilenos proporcionam também um passeio de caiaque na área da Patagônia. Entre os fiordes e canais que formam a geografia irregular da região, existem rotas que se tornam cada vez mais famosas, como as que vão até as geleiras Jorge Montt, Steffens e San Rafael.

iStockphoto.com / yamilj O Chile competiu com países importantes na indústria do turismo, como Argentina, Brasil, Colômbia, Equador, Peru e Uruguai.

Comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *