Curiosidades / Ecoturismo

Chile: o melhor destino de aventura de 2015

nov, 27

O concurso World Travel Awards 2015 elegeu o Chile como principal destino para turismo de aventura na América Latina. É a primeira vez que o país vence o concurso desde sua criação.

Considerado o “Oscar” do setor, o World Travel Awards destaca os melhores locais da indústria do turismo desde 1993. A eleição acontece por votação popular a partir de uma lista definida por especialistas.

iStockphoto.com / Kseniya Ragozina A combinação de clima e geografia permite a prática de vários tipos de esportes de aventura no Chile.

Ocupando uma longa e estreita faixa costeira entre a Cordilheira dos Andes e o oceano Pacífico, o Chile vem apostando no desenvolvimento do turismo de aventura nos últimos anos. Um dos motivos é a diversidade de atrativos que o país possui, como cadeias de montanhas, vales com rios e lagos, extenso litoral, florestas chuvosas, além do deserto mais seco do mundo.

Recentemente, o Chile alcançou relevância como destino de aventura com a realização do Adventure Travel World Summit (ATWS 2015), conferência organizada pela Adventure Travel Trade Association (ATTA), que busca promover a indústria do turismo de aventura. Esse encontro colocou o país na vitrine mundial para os amantes de aventura e ecoturismo.

Conheça alguns passeios que destacam o Chile como o melhor destino de aventura da América do Sul:

Caminhada no gelo até o Glaciar Grey

Contando com a maior área de geleiras da América do Sul (22 mil km² e 1.700 geleiras), uma das aventuras mais realizadas pelos turistas é a caminhada no gelo até o Glaciar Grey, principalmente no verão. Nesta época é possível andar perto das geleiras e apreciar a magnitude da grande língua de gelo que compõe o sul da Patagônia.

flickr.com / Davidlohr Bueso O turismo tem um papel fundamental para posicionar o Chile como um país de nível mundial.

Trekking Cactus Valley

O Deserto do Atacama possui uma grande concentração de cactos, muitos deles centenários e com alturas que chegam aos sete metros, por isso, outra atividade muito praticada é caminhar por Guatín, também conhecido como Quebrada de Cardones, uma das áreas silvestres protegidas da região.

flickr.com / Leandro Neumann Ciuffo A premiação aconteceu em uma cerimônia em Bogotá, na Colômbia.

Caiaque pela rota dos glaciares

Além da caminhada no gelo, os glaciares chilenos proporcionam também um passeio de caiaque na área da Patagônia. Entre os fiordes e canais que formam a geografia irregular da região, existem rotas que se tornam cada vez mais famosas, como as que vão até as geleiras Jorge Montt, Steffens e San Rafael.

iStockphoto.com / yamilj O Chile competiu com países importantes na indústria do turismo, como Argentina, Brasil, Colômbia, Equador, Peru e Uruguai.

Comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *