Experiências

Belém e Ilha do Marajó

maio, 24

Adventure Club Região de Belém e Ilha do Marajó abrigam o melhor da cultura e natureza do País.

“Visitar Belém e Marajó é entender um pouco mais sobre a história e a cultura do Brasil. A capital do Pará, embora apresente forte influência da cultura europeia nos prédios e monumentos, tem natureza que guarda a essência tupiniquim. Árvores centenárias e com frutos típicos (como o açaí, cupuaçu e castanha-do-pará) dividem espaço com dezenas de plantas que são desconhecidas para muita gente, mas essenciais para os paraenses. É o caso do bacuri, a de pupunha e a do taperebá.

Adventure Club A consultora Mariana Andrade se aventurou a passear de búfalo, um animal queridinho da região.

A cidade possui pontos turísticos muito interessantes, como o parque Mangal das Garças, o complexo Feliz Lusitânia, o Teatro da Paz, o parque zoobotânico Emílio Goeldi e a Basílica de Nazaré. O grande atrativo da região, porém, é o Ver-o-Peso — o maior mercado a céu aberto da América Latina. Ali é possível encontrar de tudo: peixes, ervas medicinais, frutas e artesanato. As cores, sabores, cheiros e sons mexem com os sentidos do turista e fazem do local uma parada obrigatória para quem visita Belém.

A Estação das Docas é outro passeio imperdível. O local abriga excelentes restaurantes com comidas típicas e internacionais, além de uma área que agrada especialmente os boêmios: a Amazon Beer, única cervejaria artesanal do Pará.

Saindo da movimentada cidade, a Ilha de Marajó oferece um espetáculo à parte. Considerada a maior ilha fluvial marítima do mundo, a região oferece atrações que vão desde fazendas com o melhor da fauna e flora da região, até passeios de canoa pelos igapós e igarapés. Além disso, é possível explorar trilhas entre mangues, fazer caminhadas em praias semiprivativas e praticar montaria em búfalos.

Para quem acha essas atividades muito radicais, a sugestão é desfrutar das belas praias de água doce e areia branca, como a do Pesqueiro. Outra excelente opção é conhecer Soure, principal cidade da ilha e um dos poucos lugares onde ainda se realiza a produção de cerâmica e o curtume.

Para finalizar, não posso deixar de comentar sobre a rica gastronomia local. Destaque para os pratos: maniçoba, vatapá e o famoso pato no tucupi. Para os mais ousados, indico o tacacá (sopa feita de tucupi, folhas de jambu, camarão e goma de mandioca), o turu (um molusco encontrado dentro de troncos de madeiras dos manguezais) e o verdadeiro açaí (que se come com farinha de tapioca e peixe frito).”

Adventure Club Ver-o-Peso é o maior mercado a céu aberto da América Latina.

*Depoimento de Mariana Andrade, consultora da Adventure Club.

Comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *