Antes de Viajar / Dicas de Viagem / Ecoturismo / Pontos Turísticos

Como organizar uma viagem para a Chapada Diamantina

maio, 19

Nós sabemos que planejar uma viagem é essencial para adequar, da melhor forma possível, o orçamento, tempo de viagem e pontos a serem visitados. Quando o destino em questão é o Parque Nacional da Chapada Diamantina, o plano é ainda mais importante.

Ao todo são mais de 1.520 quilômetros quadrados que podem ser explorados e garantimos que existem diversas opções para quem quer se aventurar, aproveitar a natureza ou apenas encontrar tempo para se conhecer melhor em um lugar paradisíaco.

Nesse artigo, vamos explicar tudo o que é preciso fazer antes de pegar as malas e se divertir com a família ou seus amigos.

Escolha a cidade

O acesso para o Parque Nacional acontece pelas cidades que ficam nos arredores. O mais comum é que os turistas entrem na região pela cidade de Lençóis que possui uma infraestrutura mais amplas, mas há também as opções de Andaraí, Rio das Contas. Mucugê, Ibicoara e Palmeiras, todas com hospedagem e restaurantes que dão todo o suporte necessário aos viajantes.

Lençóis é escolhida pela maior parte dos turistas, incluindo os estrangeiros, por apresentar a maior oferta de pousadas e ter uma vida noturna mais intensa do que as cidades vizinhas, ideal para quem quer aproveitar todas as horas dessa viagem.

flickr.com/Turismo Bahia Igatu está localizado na região da Chapada da Diamantina.

Qual melhor época para visitar a Chapada Diamantina?

 A Chapada Diamantina está situada no clima semiárido, o que permite que o sol reine o ano todo, com exceção dos períodos chuvosos, que ajudam a aumentar a vazão das dezenas de cachoeiras existentes no local. As chuvas acontecem entre novembro e janeiro e costumam deixar as trilhas um pouco mais desafiadoras, o que é prontamente esquecido pela beleza que cada queda d´água proporciona.

Quem quer uma vista completamente verde, deve escolher entre março e abril e quem prefere não pegar um único dia de chuva deve se programar para viajar entre maio e setembro.

Já se a preocupação é com a luz do sol e o espetáculo criado por ela nas grutas e poços da cidade, o mais indicado é viajar nos meses de maio, junho, julho, agosto ou setembro. Isso porque os dias são mais claros e a luz solar entra com mais intensidade nos vãos das rochas.

Além disso, já falamos anteriormente sobre o que fazer na Chapada Diamantina e listamos o porquê você deve conhecer o Poço Encantado. Agora que você já está munido de informações relevantes, basta arrumar as malas e aproveitar ao máximo a sua viagem.

flickr.com / Danielle Pereira Poço Azul, na Chapada Diamantina

Agora, se você quer se preocupar apenas com a natureza e com o que ela tem a oferecer, o melhor é encontrar o roteiro ideal para você. Não sabe como? A Adventure Club tem opções exclusivas para quem deseja visitar para Chapada Diamantina. Quer saber mais? Acesse nosso site!

Comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *