Curiosidades

Conheça a História da África do Sul

jul, 27

Desertos, savanas, dois oceanos diferentes e mais de dez línguas oficiais. A história da África do Sul é rica e bastante curiosa, apesar de também ser marcada por períodos de guerra e tristeza, como o apartheid. Apesar dos pesares, o país foi capaz de se reerguer e hoje conta com cinco prêmios Nobel, sendo três Nobel da Paz e inúmeros Patrimônios Mundiais pela UNESCO.

Pré-história e os sítios arqueológicos

A África do Sul é conhecida pelos historiadores como o Berço da Humanidade. Os sítios arqueológicos e os fósseis humanos mais antigos de todo o mundo foram encontrados ali. Nossos antepassados datados de 4,5 milhões de anos andaram por aquelas terras. Além disso, também foram encontrados os primeiros vestígios da utilização do fogo há mais de um milhão de anos.

A história da África do Sul, os europeus e o Cabo da Boa Esperança

O Cabo da Boa Esperança foi, um dia, conhecido como Cabo das Tormentas. Em 1488, Bartolomeu Dias, um grande navegador português, procurava o caminho para chegar às tão sonhada índias, terra de especiarias muito valiosas, como canela, gengibre e açafrão.

Inúmeros marinheiros sofriam com as tempestades cruéis da região onde o Oceano Índico se encontra com o Atlântico, e este foi o local nomeado como Cabo das Tormentas, onde hoje existe a Cidade do Cabo. Para chegar até as índias era preciso atravessar a região. Foi apenas após a travessia que Bartolomeu Dias a rebatizou de Cabo da Boa Esperança.

Esse foi o primeiro contato dos colonizadores com o atual país sul-africano.

Independência, República e apartheid

Durante toda a história da África do Sul houveram períodos de sofrimento e períodos de muita alegria. O país foi uma colônia do Reino Unido e conquistou sua independência apenas em 1931, com o Estatuto de Westminster.

Em 1948 subiu ao poder o Partido Nacional, um grupo de pessoas que apoiavam a segregação racial. Eles classificaram a população em três raças diferentes, e os direitos e benefícios oferecidos pelo governo eram determinados por elas. Esse regime ficou conhecido como apartheid e durou quase 50 anos.

Foi apenas durante os anos 1990 que o regime racista começou a ser destruído. Nelson Mandela, o principal líder rebelde contra o apartheid, passou quase 30 anos na prisão por lutar contra o governo. Quando foi libertado, foi eleito presidente da África do Sul e recebeu um Nobel da Paz por sua luta contra a segregação racial.Gostou de saber mais sobre a história da África do Sul, um dos países com a cultura mais rica do mundo? Comece agora mesmo a planejar sua viagem e conheça ao vivo! Continue acompanhando o blog da Adventure Club e fique sempre por dentro.

Comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Você também pode gostar de ler