Antes de Viajar

Como se preparar para esquiar na Argentina

jul, 23

Um dos melhores destinos para quem adora esquiar é, sem dúvida alguma, a Argentina. Nossos vizinhos possuem um total de oito estações de primeiríssimo nível para receber turistas e garantir ótimas experiências. Famílias, amigos e casais procuram cada vez mais esses locais durante o fim de julho e começo de outubro, justamente a melhor época para aproveitar o que o inverno e a neve proporcionam.

flickr.com / Flavio Ensiki Considerada um dos melhores destinos para quem deseja esquiar, a Argentina conta com oito estações de primeiríssimo nível.

Confira algumas dicas de locais e cuidados fundamentais para se preparar para esquiar na Argentina:

Locais para esquiar na Argentina
A primeira parada, e também a mais conhecida, é Cerro Catedral, em Bariloche. Esta é a estação de esqui mais antiga da Argentina e a que possui a maior superfície para a prática do esporte. São dez quilômetros de pistas monitoradas por guias especializados, e um total de 39 meios de elevação. Bariloche é perfeita para quem nunca esquiou, uma vez que há suporte completo e uma rede hoteleira de alto nível para garantir uma estada muito confortável.

Em Chapelco, existe uma estação de esqui que fica às margens do belíssimo Lago Lácar. O local é próximo do município de San Martin de los Andes, o que garante hospedagem e possibilidade de aproveitar a vida noturna em diversos restaurantes e bares locais. Além do esqui, também é uma região perfeita para a prática do snowboard.

flickr.com / Eva Luna Cerro Catedral é a mais antiga estação de esqui da Argentina, e a que possui a maior superfície para a prática do esporte, totalizando dez quilômetros de pistas.

Outra ótima opção para quem deseja esquiar na Argentina, a estação de Cerro Castor é mundialmente reconhecida pela qualidade de suas pistas e da neve. Esta combinação, aliada à infraestrutura completa de hotéis e centros de apoio, atrai profissionais de outros países para treinamentos por longos períodos.

Estas são apenas três estações argentinas de esqui. Vale a pena pesquisar todas as outras para conhecer os melhores destinos de acordo com o tempo de viagem, investimento previsto e também o que a região oferece além das pistas. A única certeza para quem vai esquiar na Argentina é que a experiência, sem sombra de dúvidas, ficará para sempre na memória.

flickr.com / Roger Schultz Belíssimo Lago Lácar é atração especial de Chapelco, no município de San Martin de los Andes.

Dicas para quem vai esquiar na Argentina
– Esteja preparado para tombos e falhas. Normalmente, um iniciante leva até três dias para esquiar com mais confiança. Sempre que levar um tombo, lembre-se de levantar de lado para evitar machucados e contusões;

– Faça um seguro de viagem, especialmente se seu o pacote de viagem não incluir um. A média para contratação varia de 20 dólares (no pacote) ou 40 dólares (por fora). Não deixe de se informar sobre os tipos de acidente cobertos pelo seguro;

– Caso não queira investir na compra de equipamentos e roupas necessárias para esquiar, alugue todas as peças na própria estação;

– Prepare-se fisicamente alguns meses antes da viagem. Faça caminhadas e passeios de bicicleta ainda em sua cidade. Um bom preparo físico aumenta sua resistência e disposição;

– Apesar do frio, óculos escuros e protetor solar (para peles mais sensíveis) são itens essenciais;

– Sempre participe de aulas e ouça as orientações dos instrutores de esqui. Eles são profissionais que conhecem o terreno, seus pontos críticos, e possuem ampla experiência no esporte;

– Evite pistas e trajetos mais perigosos. Lembre-se: você está lá para se divertir, não para treinar e competir. A dificuldade das pistas é dividida da seguinte maneira: verdes (para iniciantes), pistas azuis (nível intermediário) e pistas pretas (para profissionais);

– Antes de ir para a pista e colocar todos os equipamentos de segurança, faça alongamentos e evite alimentos pesados e bebidas alcoólicas.

Comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *