Dicas de Viagem / Experiências / Pontos Turísticos

Egito: A Experiência de Viver o que Li nos Livros

ago, 14

Lembro-me das aulas de história em que os professores mostravam as Pirâmides e a Esfinge e eu, naquela época, não imaginava que pudesse um dia pisar no Egito, ver de pertinho tudo isso e entender que ali está tudo que um dia eu vi nos livros de quando eu era apenas uma criança… Quanta história!
Então, em novembro de 2018, eu recebi o convite de um de nossos operadores do Egito para visitar e conhecer este lugar tão mágico, inclusive consegui que minha mãe fosse comigo…

O Egito é mesmo uma terra de mistérios, superstições e da moderna arqueologia, esse destino nos fascina não apenas com sua rica história, mas também com grandes monumentos, além do poderoso Rio Nilo.
É um dos países mais populosos da África e a grande maioria da população, estimada hoje em 97 milhões de habitantes, vive as margens do Rio Nilo, a única área cultivável do país.
As regiões mais amplas do Deserto do Saara são pouco habitadas, cerca da metade da população egípcia vive nos centros urbanos, em especial no Cairo, que é um mundo à parte, isso que eu vivo no centro de São Paulo e no Cairo é até engraçada aquela bagunça organizada por eles mesmos. Muitos moram em Alexandria, que infelizmente não tive tempo de visitar, e nas outras grandes cidades do Delta do Nilo.
O país é conhecido pela sua antiga civilização e por alguns dos monumentos mais famosos do mundo, como as Pirâmides de Gizé e a Grande Esfinge. Ahhhh, como lembrei do professor Reginaldo com aqueles textos das civilizações logo às 07hrs da manhã, meu Deus… Hoje dou risada! Mais ao sul, a cidade de Luxor abriga diversos sítios antigos, como o templo de Karnak e o Vale dos Reis.

Falando em Vale dos Reis, poucos sabem e poucos incentivam os viajantes a fazerem o passeio de balão. Foi uma das coisas mais maravilhosas que fizemos por lá! É surpreendente ver o amanhecer no Vale dos Reis, do alto observar toda aquela riqueza do Nilo, o verde, as plantações, o gado e o deserto do outro lado, seco e cheio de história… E mais, minha mãe fez o passeio de balão, acreditam?! Muitos têm medo ou mesmo pavor e não sobem nem se empurrarmos, e minha mãe, apesar do medo, arriscou e amou!

Muitos clientes nos perguntam se há como visitar os templos das margens do Nilo por terra e respondo: não tem como fazer. Chegando lá entendi porque. Não tem estrada ou carro que suporte o trajeto, além disso, a distância e zero infraestrutura durante não contribuem, então o jeito é mesmo fazer de barco, os famosos Cruzeiros no Rio Nilo.
Fizemos esse trajeto do Luxor até Aswan em um percurso que pode ser feito em 3 ou 4 noites, o que muda é mesmo o tempo que se faz cada templo, mas todos irão fazer as mesmas atividades e no final TEM que fazer o Templo de Abu Simbel, que fica há 300km de Assuan. Abul-Simbel é um complexo arqueológico constituído a mando de Ramsés II, são dois grandes templos escavados na rocha, situados no banco ocidental do rio Nilo, perto da fronteira com o Sudão, em uma região denominada Núbia. Depois, voltamos de Assuan até o Cairo por um voo rápido, onde ficamos mais duas noites na cidade do Cairo antes de retornar ao Brasil.
Fizemos toda essa viagem em 10 dias, mas podemos ajustar o programa, incluir ou tirar, desde que façamos Cairo e o Cruzeiro descendo ou subindo o Rio Nilo com Abu Simbel, posso considerar uma viagem completa ao Egito.

Perguntas mais frequentes sobre uma viagem ao Egito:
1) Como tiro o visto para o Egito?
O visto é providenciado localmente antes de passar pela Polícia Federal quando você chega e, o mais engraçado, nosso guia nos buscou lá dentro e nos ajudou muito.Custa cerca de uns 30 dólares, leve trocado.

2) Roupas para levar?
Não senti problemas com as roupas que vesti em nenhum momento. Claro que devemos nos comportar e respeitar as culturas dos países que visitamos, mas achei tudo bem tranquilo, nas minhas fotos você pode ver as roupas que eu usei.

3) Há guias que falam espanhol ou português?
Sim, temos como colocar facilmente guias nestes idiomas no Egito.

4) Qual é a época mais indicada para visitar o Egito?
As temperaturas no Egito são geralmente altas e o tempo seco, a temperatura varia entre a média mínima de 14ºC no inverno, e no verão a temperatura pode chegar até 43ºC. Nas áreas desérticas, a temperatura mínima a noite pode chegar a 7ºC. De outubro a maio, é o melhor período para se visitar o Egito, pois as temperaturas não são tão elevadas. A alta temporada vai de dezembro a janeiro e o período da Páscoa.

5) Dica Importantíssima
Mais que uma dica, é aviso o assédio pelos compradores no Egito é algo que nunca vivi em nenhum lugar, nem em Nova Delhi, então prepare-se para ser paciente e manter a gentileza, sei que você se lembrará disto, será difícil mas abuse da resiliência.

Eliane Leite

Bom… Acho que é isso! Só de relembrar para escrever um pouco, já me fez sentir saudades e querer repetir a dose… Acho que agora voltaria e faria com Sudão ou Líbano… Quem sabe?!

E aí, gostou? Qual sua dúvida sobre viagem ao Egito? Você já foi ou tem vontade de ir?
Conte sua experiência para que outras pessoas possam se sentir estimuladas.

Comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar de ler