Ecoturismo / Pontos Turísticos

Pontos turísticos da Chapada Diamantina

ago, 21

Nem só de praia, rede e sossego vive a Bahia, quem conhece a Chapada Diamantina que o diga!

Região serrana situada bem no coração da Bahia, a Chapada Diamantina apresenta nada mais nada menos que algumas das mais belas paisagens de todo o Brasil, assim como algumas das mais completas opções em esportes de aventura e ecoturismo.

flickr.com / turismobahia A Chapada da Diamantina é uma região de serras, onde os turistas realizam caminhadas buscando admirar a paisagem.

São centenas de cachoeiras, cavernas, grutas, poços, vales, rios, piscinas naturais, morros e trilhas, numa área que engloba impressionantes 152 mil hectares, protegidos, na sua grande maioria, pelo Parque Nacional da Chapada Diamantina.

A Chapada Diamantina, além das inúmeras belezas naturais, também reserva aos seus turistas uma rica cultura de lendas e histórias, além de diversas cidades históricas que se desenvolveram durante o ciclo do diamante.

Um ponto de destaque é o Morro do Pai Inácio, tido como um dos cartões postais da Chapada Diamantina. O morro proporciona aos seus visitantes uma das mais impressionantes vistas de toda a região.

flickr.com / Miradas.com.br As cachoeiras da Chapada Diamantina encantam seus turistas, não só pela beleza, mas também pela altura das quedas.

As cachoeiras também são um espetáculo a parte. São destaques a Cachoeira do Mosquito, com queda de 60 metros, assim como a cachoeira com maior queda do Brasil, a Cachoeira da Fumaça, com 380 metros.

De uma maneira geral, todas as cachoeiras lá presentes são belas, com vistas e cenários incríveis, todavia, a que tira mesmo o fôlego de todos os turistas é a Cachoeira do Buracão, localizada em um sinuoso cânion e com queda circular de 100 metros de altitude.

flickr.com / Miradas.com.br Vale a visita até a Gruta da Pratinha que possui águas cristalinas como as do Caribe.

Outro destaque é Pratinha, considerado um oásis de águas cristalinas, cujo fundo, formado por inúmeras microconchas, sugere que a região já foi ocupada pelo mar no passado. De igual ou maior beleza, o Poço Azul possui um lindo lago de águas translúcidas que são iluminadas pelo deslocamento solar.

Para quem quer se aventurar e fazer trekking na Chapada Diamantina são muitas as opções de trilha, com destaque para a Trilha de Igatu, a “Machu Picchu Tupiniquim”, que, no trajeto, corta belos riachos e transpassa ruínas do período do ciclo do diamante.

Para os amantes do rapel, as opções também são generosas, como em Lençóis – no poço do Diabo, com 22 metros de descida e na Gruta do Lapão, de 48 metros.

Que tal se aventurar em um dos lugares mais incríveis do Brasil? Desbrave nossos pacotes de viagem para a Chapada Diamantina!

Comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *