Dicas de Viagem

Quais as vantagens de fazer parte de um grupo de trekking

jan, 09

Caminhar ao ar livre, conhecer belas paisagens, relaxar e entrar em contato com a natureza. É nisso que consiste o trekking, uma atividade esportiva praticada em diferentes lugares e por pessoas de todas as idades. As trilhas podem ter diferentes níveis de dificuldade, mas uma coisa é certa: o trekking é um esporte coletivo e nunca deve ser praticado sozinho.

flickr.com / quantz O trekking sempre deve ser praticado por grupos de no mínimo três pessoas, para que todos possam superar as dificuldades do trajeto e dividir as funções.

A recomendação é que as trilhas sejam feitas por grupos de no mínimo três pessoas, para que todos possam superar as dificuldades do trajeto e dividir as funções. Assim, enquanto uma pessoa interpreta o mapa, outra pode calcular a distância percorrida e buscar soluções para transpor obstáculos como rios ou trechos de difícil caminhada.

Em grupo, também é mais fácil criar um roteiro e guardar a maior quantidade possível de informações sobre a trilha — como distância, trajetos difíceis, acessórios necessários, riscos envolvidos, locais para procurar ajuda, entre outros dados importantes. Além disso, caso ocorra algum acidente, como uma picada de cobra ou sofrer uma queda, ter uma companhia pode salvar a vida do viajante.

Apesar de parecer simples, o trekking exige muito do corpo. Em trilhas de nível avançado, é preciso estar atento o tempo todo aos obstáculos e perigos que podem surgir no passeio. Por isso, para iniciantes, recomenda-se que haja sempre um guia que já conhece o percurso e pode garantir maior segurança.

Há diversos grupos de trekking em que os participantes marcam datas para explorar determinada trilha. Fazer parte de um desses grupos é uma boa maneira de realizar as caminhadas com tranquilidade. É importante, também, atentar para o nível da trilha que será feita.

Geralmente, trilhas de nível fácil são bem demarcadas pela mata e não são muito longas. As de nível médio exigem maior preparo físico e, muitas vezes, é preciso levar barracas para pernoitar, além de outros acessórios e equipamentos. As de nível avançado, por fim, podem tomar diversos dias de caminhada. Por isso, lembre-se: para praticantes do trekking, informação nunca é demais.

Conheça os pacotes de trekking da Adventure Club.

Comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *