Curiosidades

Machu Picchu: curiosidades e história da cidade perdida dos Incas

ago, 18

Mundialmente conhecida como a cidade perdida dos Incas, Machu Picchu é a principal atração turística do Peru. Conhecer o local significa entrar em contato com a história de uma civilização espiritualmente riquíssima e conhecer um dos pontos turísticos mais belos do mundo: com mais de 2.400 metros de altitude, Machu Picchu surpreende os turistas por sua beleza e importância.

flickr.com / Pedro Szekely Conhecida como a “cidade perdida dos Incas”, Machu Picchu é a principal atração turística do Peru.

Hoje, é possível visitar apenas 30% do que um dia foi Machu Picchu. Desde a descoberta da cidade pelo arqueólogo Hiram Bingham, em 1911, muito do legado Inca foi deteriorado pelo tempo. Toda porção que foi preservada pode ser visitada atualmente, e garante a Machu Picchu o título de Patrimônio Mundial da UNESCO.

As atrações mais procuradas em Machu Picchu são o relógio de sol — feito de pedras e localizado no ponto mais elevado da cidade — e a Tumba Real, onde foram encontradas algumas múmias logo nos primeiros dias de exploração de Bingham. Seja pelo lado espiritual, ou turístico, viajar para Machu Picchu é inesquecível.

Curiosidades sobre Machu Picchu
– Muito se fala sobre a descoberta de Machu Picchu pelos espanhóis, porém, a cidade perdida dos Incas foi oficialmente encontrada em 1911 — muitos anos após a colonização espanhola;

– Os Incas escolheram o local para construir sua cidade sagrada por duas razões: primeiro porque as montanhas e o povo que ali vivia eram considerados sagrados, e porque a altitude fazia com que a região fosse perfeita para estudos astronômicos;

– A cidade de Machu Picchu era tão avançada que, em 1911, as construções dali eram mais resistentes contra terremotos do que as cidades contemporâneas que os espanhóis ergueram no território peruano. O grau de inclinação e as pedras utilizadas nas casas são os fatores responsáveis por esta façanha;

– Os Incas acreditavam, desde aquela época, que as pedras possuíam energias especiais (fato conhecido hoje em dia). Essa é a razão de toda a cidade de Machu Picchu ter sido construída com pedras;

– As famosas trilhas secretas dos Incas existem por um móvito simples: a preservação de Machu Picchu. Quando os espanhóis chegaram, eles destruíram vilarejos e mataram milhões de nativos, em busca de terras com reservas de ouro. Sabendo disso, os Incas fugiram de Machu Picchu para preservar sua localização e importância espiritual;

flickr.com / Ana12321 Com título de Patrimônio Mundial da Unesco, a cidade de Machu Picchu conta com sistema de drenagem subterrânea completo e moderno.

– A cidade foi fundada por Pachacutéc, o nono imperador do povo Inca, e cerca de 50 anos se passaram desde o início das construções até o abandono. Pesquisadores acreditam que o ano de 1493 tenha sido o último ano em que o local foi habitado;

– Para se ter uma ideia de quão avançada era Machu Picchu, a cidade contava com terraços e aquedutos para conduzir a água, com sistema de drenagem subterrânea de fazer inveja à muitas cidades atuais;

– Hoje em dia, a visitação é limitada a 1.500 pessoas por dia. A cidade perdida dos Incas fica aberta ao público durante todo o ano, mas os períodos de maior procura são os solstícios de verão e inverno;

– Machu Picchu significa “Velho Pico”;

– Não havia dinheiro ou qualquer unidade monetária na cidade. Os impostos eram pagos por meio de trabalho, e os Incas podiam se aposentar aos 50 anos, passando a receber cuidados dos outros moradores.

Como chegar até Machu Picchu
A cidade mais próxima de Machu Picchu é Cusco.  Entretanto, não há voos diretos do Brasil até lá e, por isso, é necessário ir primeiro para a capital peruana, Lima. De avião, a viagem entre Lima e Cusco dura uma hora. De ônibus, pode chegar até um dia inteiro de viagem.

Após Cusco, a próxima parada é o vilarejo de Águas Calientes. O percurso pode ser feito de ônibus ou de trem, e a distância é de quase 100km. No vilarejo, há hotéis e restaurantes para o visitante passar uma eventual noite. Vale a pena pesquisar bem e programar um descanso antes de encarar a parada final.

De Águas Calientes até Machu Picchu são aproximadamente 20 minutos dentro de um micro-ônibus. Embora essa seja a única maneira de se chegar até Machu Picchu, existem diversos veículos que fazem o trajeto, e o turista não precisa esperar muito tempo até chegar ao destino desejado.

Confira nossos pacotes de viagens para Machu Picchu.

Comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *