Curiosidades / Pontos Turísticos

Conheça algumas lendas de Monte Roraima

fev, 13

iStock.com / mariusz_prusaczyk O Monte Roraima é famoso especialmente por conta de seu formato com topo achatado.

O Monte Roraima já foi tema de documentário, local de estudo de diversos pesquisadores estrangeiros e plano de fundo de novelas e filmes, como a animação Up – Altas Aventuras, da Pixar.

Localizado na fronteira da Guiana, Brasil e Venezuela, o Monte Roraima é considerado a maior montanha plana de todo o mundo, mas não é o ponto mais alto do Brasil, perdendo para o Pico da Neblina, no Amazonas.

Muito além das belezas e trilhas disponíveis no local, o que mais encanta quem ali atravessa são os mistérios e lendas que envolvem a formação geológica de quase 2 bilhões de anos.

O surgimento do Monte

Uma das lendas mais antigas que envolvem o Monte Roraima é sobre o seu surgimento. Os moradores locais contam que os índios Macuxi eram os únicos habitantes da região, que era totalmente plana. Um certo dia, eles notaram uma pequena bananeira que nunca haviam visto, cheia e repleta de frutos. Porém, um recado divino deixou claro que não era permitido comer seus frutos ou até mesmo tocar na planta. Caso isso acontecesse, algo terrível iria punir os índios.

Porém, o aviso foi quebrado e a bananeira cortada na raiz. Como resposta à desobediência, a natureza se enfureceu e enviou raios e trovões tão fortes que afugentaram até mesmo os animais. Foi aí que do meio da terra nasceu um enorme paredão, que impedia que os índios conseguissem viver por toda a região plana, o Monte Roraima.

Os moradores locais ainda dizem que a chuva que cai todos os dias no Monte Roraima, permitindo que belíssimas cachoeiras formem-se no alto dos tepuis, é na verdade o choro divino pelo que aconteceu no passado.

flickr.com / Erik Cleves Kristensen O misterioso Monte Roraima é um dos picos mais altos e antigos do Brasil.

Makunaima gosta de silêncio

A lenda de Makunaima também é contada pelos Macuxis. De acordo com os nativos, a primeira vez que os raios do sol e o brilho da lua se encontraram em um dos lagos da região, o pequeno curumim foi fecundado e nasceu no alto do Monte.

Com a força da natureza, ele cresceu e se tornou um forte guerreiro, que até hoje protege as terras e as matas da região. Mas é preciso ter cuidado, gritar no Monte desperta a fúria de Makunaima, isso porque é ali que os espíritos guerreiros descansam e o índio gosta de silêncio.

Por isso, quando irritado forma violentas chuvas que assolam a região e atrapalham os visitantes.

Os cristais e os pajés

Os Macuxis acreditam que toda vez que um pajé morre, seu espírito entra na montanha e brota dela como um cristal. O que faz com que eles acreditem que qualquer pedra ali encontrada é um guardião sábio de seu povo.

O Vizinho Vale dos Mortos

Kukenan é um monte vizinho ao Roraima e significa o Vale dos Mortos. Acredita-se que os índios Pemon iam até a montanha para cometer sacrifícios pulando de seu ponto mais alto.

A história é tão forte que o governo da Venezuela proíbe que o local seja visitado e nenhum índio da região, incluindo os Macuxis, chegam perto do Kukenan.

Quer conhecer o Monte Roraima em uma viagem exclusiva? Acesse o site da Adventure Club e desfrute dos roteiros exclusivos.

Comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *