Curiosidades

Como acontece o encontro das águas do Rio Solimões e Rio Negro?

fev, 24

O encontro das águas entre o Rio Negro e o Rio Solimões é um fenômeno no qual as águas desses dois rios correm lado a lado, sem se misturar, por mais de seis quilômetros. Esta é uma das principais atrações turísticas de Manaus, capital do Amazonas. Este intrigante acontecimento já foi tema de diversas reportagens ao longo dos anos, mas nenhuma imagem substitui a experiência de vivenciar este encontro de perto.

iStock.com / filipefrazao O encontro das águas entre o Rio Negro e o Rio Solimões é um fenômeno no qual as águas desses dois rios correm lado a lado, sem se misturar.

Rio Negro e Rio Solimões: como acontece o encontro das águas?

São vários os fatores que resultam no encontro das águas entre o Rio Negro e o Rio Solimões: composição das águas, acidez, densidade e temperatura. Todos estes detalhes, em conjunto, determinam a disparidade entre as águas dos dois rios, resultando na clara divisão entre os rios.

O Rio Negro possui águas escuras devido aos elevados níveis de ácidos orgânicos que a vegetação solta durante a decomposição. Esta característica faz com que este rio tenha um pH alto, entre 3,8 e 4,9, bem como a temperatura — que fica em uma média de 28ºC. Seu fluxo de água é de aproximadamente dois quilômetros por hora.

O Rio Solimões, por sua vez, apresenta águas mais claras e temperatura consideravelmente baixa: 22ºC. Além disso, sua velocidade de fluxo é de seis quilômetros por hora. Todas essas diferenças são responsáveis pelo fenômeno no qual as águas fluem lado a lado até um ponto de equilíbrio, onde é formado o famoso Rio Amazonas.

Ficou com vontade de ver esse intrigante fenômeno? Confira os pacotes de viagem para o Amazonas.

Comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *