Adventure Club
+55 11 5573-4142
Antes de Viajar / Blog

Viagens de avião em meio à pandemia de Covid-19

abr, 01

Na mesma medida em que ocorrem constantes alterações nos procedimentos de segurança contra a Covid-19, surgem diversas dúvidas principalmente no que diz respeito às viagens. Duas das mais frequentes são: quais as chances de transmissão do vírus em um avião e qual máscara é permitida no embarque?

Segundo especialistas, é baixo o risco de transmissão de Covid-19 em avião 

Além de rígidos protocolos implementados durante os voos, como uso obrigatório de máscaras, checagem de temperatura, capacidade reduzida, limpeza e higienização, há outro fator determinante para que as chances de uma pessoa contrair Covid-19 durante um voo sejam baixas: o processo de circulação e filtragem do ar dentro da cabine.

A maioria das aeronaves comerciais é equipada com filtros HEPA (High Efficiency Particulate Air), também usados em centros cirúrgicos, projetados para capturarem 99,97% das partículas suspensas no ar. Em média, 40% do ar de uma cabine são filtrados por meio desse sistema, e os outros 60% são oriundos do ar puro canalizado de fora do avião. 

O ar da cabine é trocado completamente a cada dois ou três minutos. Ele entra pela parte superior e flui em direção às saídas do chão por uma mesma fileira de assentos, ou fileiras próximas, em um padrão circular. Ou seja, há pouco fluxo de partículas respiratórias circulando para frente ou para trás.

HEPA, avião infográfico, baixo risco de transmissão de Covid-19 em avião

Atenção no momento de embarque e desembarque

Os filtros HEPA e a circulação de ar de alta velocidade funcionam somente quando o avião está no ar. Isso quer dizer que no período em que a aeronave está em solo o passageiro fica mais suscetível à inalação de partículas que possam conter o vírus. Higienize bem as mãos e mantenha o máximo possível de distanciamento.

Eliane Leite, diretora da Adventure Club, explica como funciona o processo de circulação de ar dentro das cabines e por que o risco de transmissão do vírus em voos é muito baixo. Assista ao vídeo abaixo:

Uso obrigatório de máscaras 

Desde março de 2020, passou a ser obrigatório o uso de máscaras de proteção individual em espaços públicos e privados acessíveis ao público, em vias públicas e transportes públicos, como ônibus, metrôs, táxis, Uber e aeronaves. 


Dessa forma, tanto nas áreas comuns do aeroporto, como balcão de check-in, embarque e desembarque, quanto dentro das aeronaves, é necessário o uso da máscara o tempo todo com exceção dos momentos em que for comer ou beber. 

As companhias aéreas são obrigadas a seguir as regras oficiais e fica ainda a critério de cada uma ter regras mais específicas. A British Airways, por exemplo, solicita aos passageiros que, a cada três ou quatro horas, troquem as suas máscaras. 

Algumas companhias aéreas suspenderam completamente o serviço de bordo; outras distribuem lanches em embalagens devidamente higienizadas ao final do voo. É importante checar essas informações diretamente com a companhia aérea com a qual irá viajar. 

Para obter orientações específicas sobre o destino para o qual está indo, acesse os sites do departamento de saúde local da cidade ou consulte os conselhos de viagem do Ministério da Saúde ou do Portal Consular do Ministério das Relações Exteriores.

Obrigatório o uso de máscaras durante voo em avião em meio a pandemia de Covid-19

Saiba quais são as máscaras proibidas e as máscaras permitidas para viajar

Segundo o site da Infraero, as máscaras proibidas para viajar são: máscara de acrílico ou plástico transparente, face shield sem a máscara de proteção por baixo, máscara com apenas uma camada, bandana e lenço e máscara com válvula de expiração.

Também de acordo com a Infraero, as máscaras permitidas para viajar são: máscara N95 e KN95 sem válvula, máscara PFF2 sem válvula, máscara cirúrgica e máscara de tecido com duas ou mais camadas. Importante: a máscara deve cobrir o nariz e a boca sem aberturas. 

Máscaras proibidas e permitidas para viajar de avião em meio a Covid-19

Atente-se também ao descarte correto da máscara

Essa é uma etapa que também exige muito cuidado para que possíveis contaminações sejam evitadas. Saiba como remover a sua máscara com segurança.

1. Lave bem as mãos ou use álcool em gel.

2. Depois de ter as mãos desinfetadas, remova a máscara pelas laterais, afastando-a do rosto. Não toque na parte da frente da máscara.

3. Embale a máscara em saco plástico. 

4. Se for descartável, assim que possível, jogue-a na lixeira do banheiro ou junto com o lixo orgânico, de preferência em uma lixeira com tampa.

5. Se for de tecido, lave-a com água quente e detergente.

Importante ressaltar que essas informações podem sofrer alterações a qualquer momento. Recomendamos que se atente, sobretudo, às informações dadas pelo Ministério da Saúde, pela Anvisa e pelo Portal Consular.



Comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Você também pode gostar de ler

    Fale por Whatsapp

    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade e com os Termos de Uso.