Pontos Turísticos

Aventure-se pelo Parque Nacional do Grand Canyon

jun, 14

Há muito tempo que o Parque Nacional do Grand Canyon é objeto de fascínio para visitantes de todas as partes do mundo. Localizado a 402,3 km ao norte de Phoenix, o Parque recebe cerca de 7 milhões de turistas todos os anos.

flickr.com / Grand Canyon NPS O Grand Canyon é o maior desfiladeiro do mundo. Foi esculpido durante milhões de anos pelo Rio Colorado.

A começar pela beleza natural, de rochas avermelhadas, delicadamente moldadas pela natureza há mais de dois bilhões de anos, o Grand Canyon é realmente um lugar extremamente belo e inspirador.

Cortado pelo Rio Colorado, o Parque Nacional do Grand Canyon oferece aos seus visitantes muitas possibilidades de entretenimento e de práticas esportivas para pessoas de todas as idades.

Alpinismo, caminhadas, pescarias, campings, passeios a cavalo, rafting, passeios aéreos e, obviamente, a espetacular visão dos imensos paredões avermelhados a perder de vista são algumas das atrações que encantam os visitantes.

flickr.com / Grand Canyon NPS Parque Nacional do Grand Canyon.

Seja em turistas de primeira viagem ou mesmo para antigos frequentadores, a verdade é que o Grand Canyon consegue despertar sempre fortes emoções.

Não poderia ser diferente, uma vez que se trata de uma vista sem precedentes, a partir de um grande e profundo abismo, de onde se tem a impressão que a Terra está de abrindo para que possamos vislumbrá-la.

Há duas bordas principais no Grand Canyon: a Borda Norte e a Borda Sul. A maioria dos turistas e frequentadores em geral avistam o cânion a partir de sua Borda Sul, cujo acesso é mais fácil e a altura é cerca de 300 metros mais baixa que a Norte.

É também na Borda Sul que estão algumas das mais famosas paisagens e também alguns dos pontos de observação mais populares do Grand Canyon, como o Hermits Rest, o Desert View e o Grand Canyon Village.

flickr.com / Randy Pertiet Vista do Grand Canyon.

As possibilidades de passeios para turistas são bastante variáveis. Alguns dos roteiros englobam apenas um dia de passeio, enquanto outros perduram por alguns dias ou até mesmo por semanas inteiras.

Tradicionalmente, para um contato mínimo com o cânion, o passeio de mula de dois dias é o mais indicado, sendo duas caminhadas: uma caminhada de ida (até o fundo do cânion) e outra de volta.

Já para aqueles que querem fazer a travessia de uma borda à outra, as viagens de exploração costumam levar até 3 dias só para a travessia de ida.

Há também a possibilidade de fazer o percurso de rafting, nesse caso os passeios levam em torno de duas ou mais semanas de exploração.

Para tirar uma das mais incríveis fotos da sua vida, confira nossos pacotes de viagem para o Parque Nacional do Grand Canyon!

Comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *