http://Logo%20Adventure%20Club Adventure Club
+55 11 5573-4142
Blog

O Pantanal pede socorro

set, 16

Onças-pintadas lutam para sobreviver

Apesar de terem sido extintas em diversas áreas do território brasileiro, as maiores populações de onça-pintada existentes ainda se encontram no Brasil, predominantemente na Amazônia e, em seguida, no Pantanal. Em biomas como a Mata Atlântica e a Caatinga, o felino corre grave risco de extinção.

Por estar no topo da cadeia alimentar, a onça-pintada precisa de um ambiente saudável e equilibrado para existir, ou seja, sua presença é também um indicador de qualidade ambiental. Esses felinos ajudam no controle de populações e são fundamentais para o ecossistema em que estão inseridos. 

As populações de onças vêm diminuindo ao longo das décadas devido a diferentes fatores, entre eles a perda de seu habitat natural em razão da ação humana, as caças e constantes queimadas. O Pantanal, no momento, está em chamas. Animais sendo encontrados carbonizados e outros vagando à procura de comida.

Reduzir essas ameaças é um passo fundamental para garantir a sobrevivência desses e outros animais e a integridade dos ecossistemas.

Conheça o Instituto Homem Pantaneiro

O Instituto Homem Pantaneiro é uma organização da sociedade civil, sem fins lucrativos, que atua na preservação do bioma Pantanal e da cultura local. Dentre as atividades desenvolvidas pelo IHP, destacam-se a gestão de áreas protegidas, o desenvolvimento de pesquisas e a promoção de diálogo entre interessados na área.

Em fevereiro de 2020, o Instituto Homem Pantaneiro passou a mobilizar brigadas de combate aos incêndios com recursos doados, mas o fogo, que só aumenta, ainda é maior que a equipe e, como ele se espalha rápido, o tempo de treinamento e contratação necessário pode causar prejuízos incalculáveis.

Pensando nisso, o IHP teve a iniciativa de criar a Brigada Alto Pantanal, uma brigada profissional com homens treinados, equipados e assalariados que irá patrulhar as regiões da Serra do Amolar, Parque Nacional e Parque Estadual Encontro das Águas. 

Clique aqui e conheça o trabalho do Instituto Homem Pantaneiro

Conheça a Brigada Alto Pantanal

Iniciativa do Instituto Homem Pantaneiro, a Brigada Alto Pantanal além de estar, agora mesmo, combatendo o fogo com recursos doados, pretende montar uma brigada permanente, treinada e equipada para trabalhar na prevenção e controle do fogo assim que os focos forem avistados.

Uma vez que a contratação de brigadistas pelo IBAMA e ICMBio ocorre sazonalmente, entre julho e dezembro, e não consegue ter homens suficientes para atuar nas regiões mais remotas e menos habitadas do Pantanal, surgiu a ideia de montar uma brigada permanente e profissional para complementar a ação do Estado.

“Sem preparo, não há como combater o fogo. O maior desafio é ter tempo para qualificar e contratar a equipe. Por isso, somente com equipes fixas treinadas e equipadas, podemos evitar que as tristes cenas com macacos, jaguatiricas e onças carbonizadas sejam rotineiras nos telejornais” – Angelo Rabelo, diretor de Relações Institucionais do Instituto Homem Pantaneiro.

Clique aqui e faça uma doação para a Brigada Alto Pantanal

Conheça o Instituto Socioambiental da Bacia do Alto Paraguai SOS Pantanal

O Instituto Socioambiental da Bacia do Alto Paraguai SOS Pantanal é uma organização não-governamental, privada, sem vínculos partidários ou religiosos e sem fins lucrativos. Lançado em julho de 2009, tem a missão de informar e promover o diálogo em prol de um Pantanal sustentável.

O Instituto promove a gestão do conhecimento e a disseminação de informações de forma clara, alcançando governos, formadores de opinião, grandes empreendimentos, fazendeiros e pequenos proprietários de terra da região e a população em geral, de forma a sensibilizá-los e desencadear impactos positivos para a conservação e desenvolvimento sustentável do Pantanal.

“Por ser uma organização de direito privado sem fins lucrativos, o Instituto SOS Pantanal depende de parcerias e doações para que possa manter sua estrutura e conduzir suas atividades. Aqueles que contribuem apoiam ações que visam a sustentabilidade social, ambiental e econômica da Bacia do Alto Paraguai, que abriga o Pantanal.”.

Clique aqui e faça uma doação para o SOS Pantanal

Conheça a Associação Onçafari

A Associação Onçafari foi criada para promover a conservação do meio ambiente e contribuir com o desenvolvimento socioeconômico das regiões em que está inserida por meio do ecoturismo e de estudos científicos.

Desde 2011, os membros da associação coletam dados e compilam informações que os levem ao melhor entendimento do comportamento das onças-pintadas, assim como a descoberta de melhores estratégias para a conservação do maior felino das Américas.

Objetivos:

  • Conservar a biodiversidade nos locais em que estão inseridos;
  • Desenvolvimento socioeconômico das regiões nas quais atuam;
  • Transformação e valorização da cultura pantaneira;
  • Aumento do conhecimento científico sobre onças-pintadas;
  • Consolidação do ecoturismo como ferramenta para conservação;
  • Aumento do número de visitantes no Pantanal e Cerrado;
  • Reintrodução de onças-pintadas na natureza.

“O trabalho diário de monitoramento das onças-pintadas nos permite coletar dados nunca antes observados em vida livre. Esses dados são importantes para melhor entendermos a relação entre as espécies e traçarmos melhores estratégias para a conservação da biodiversidade.”.

“O trabalho de reabilitação e reintrodução de onças-pintadas na natureza pode ser a chave para salvar populações de onças criticamente ameaçadas, como as da Mata Atlântica. Nós conseguimos pela primeira vez na história reintroduzir com sucesso um grande felino na natureza. Esse sucesso foi comprovado com a confirmação do nascimento de filhotes dessas onças na natureza.”.

Clique aqui e faça uma doação para o Onçafari

A importância do turismo na região do Pantanal 

Além de serem fundamentais para o equilíbrio do ecossistema, as onças-pintadas são protagonistas de um turismo de muito destaque para o Brasil. Anualmente, 7 milhões de dólares circulam na região de Porto Jofre, no Pantanal mato-grossense, com a vinda de estrangeiros para vê-las de perto.

Infelizmente, o turismo no Pantanal é pouco valorizado nacionalmente. Cerca de 90% dos visitantes são estrangeiros. Consequentemente, durante este período de pandemia e fronteiras fechadas, a atividade parou radicalmente. Agora, com as graves queimadas, a retomada econômica da região tende a ficar ainda mais prejudicada.

Por essa razão, é importante agora também conversarmos sobre o turismo. Ao fortalecermos esse segmento na região, mesmo que em um futuro próximo, apoiamos os trabalhos das comunidades locais, colaboramos com a recuperação das fazendas turísticas, além, é claro, de incentivarmos a preservação dos animais.

Cruzeiro Cáceres a Porto Jofre

Conheça este roteiro, que te permite conhecer um impressionante conjunto de regiões dentro do Pantanal. São quatro Unidades de Conservação, cujo principal objetivo é preservar a natureza, ao longo da navegação pelos rios Paraguai e Cuiabá: Reserva Ecológica do Taiamã, Parque Nacional do Pantanal, Parque Estadual Encontro das Águas e a Estrada Parque Transpantaneira em busca da onça-pintada.

Aliás, você sabia que a onça-pintada é o maior felino das Américas? E, embora todas pareçam iguais, adquirem características diferentes dependendo do seu habitat – campos abertos, áreas de floresta fechada ou regiões áridas. Em ambientes abertos, como o Pantanal, a média de peso desses animais tende a ser maior se comparada às áreas com predominância de florestas densas.

Clique aqui e saiba mais sobre o roteiro Cruzeiro em Busca da Onça-Pintada – Cáceres a Porto Jofre

Gostou do conteúdo?

Compartilhe com seus amigos!

Comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Você também pode gostar de ler

    Fale por Whatsapp