Blog / Experiências

O que esta viagem fez com a gente?

fev, 01

“Somos um casal com dois filhos, 4 e 10 anos.
As férias estavam por perto e ainda não havíamos escolhido qual seria o nosso destino. Apenas sabíamos que seria no Brasil, já que no ano passado fomos para NY e Disney e desta vez gostaríamos de tirar as crianças da tecnologia e consumismo e aproximá-los da natureza.

Eu, cansada da rotina de mãe queria ficar de pernas para o ar em qualquer hotel da Bahia. O meu marido, que não gosta de ficar parado em uma viagem, queria algo com mais passeios, atividades, lugares para conhecer e coisas para aprender.
Fiz uma breve pesquisa em blogs de viagens com crianças. Cogitamos ir à Bonito, mas estávamos inseguros, pois não sabíamos se os passeios seriam apropriados para o nosso caçula. Foi então que resolvi pedir ajuda para quem realmente entende do assunto e fui atrás da minha amiga Eliane da Adventure Club.

Ela nem precisou falar muito e quando mostrou as fotos da Amazônia, pronto! Para mim já estava decidido. Só faltava convencer o resto da família que seria o máximo ir para o meio do mato, sem wifi, tv, ar condicionado e banho quente. Esperta que sou, usei a mesma técnica. Pedi as fotos para a Eliane, e no maior tom de aventura e adrenalina mostrei para eles. Para a minha surpresa todos toparam rapidinho, mas vale lembra o comentário do pequeno em tom de deboche “não tem internet? Essa viagem vai ser chatinha…”

As crianças já nasceram conectadas, por isto eu estava um pouco apreensiva achando que eles poderiam ficar entediados. O tédio ficou no Rio de Janeiro, não passou nem por perto da Amazônia!
Acordávamos super cedo, às 5h30, e tínhamos programação para o dia todo. Assistimos o nascer do Sol, fizemos focagem de jacaré, pescamos piranha, relaxamos na piscina de rio, escalamos uma arvore de 40m de altura, fizemos caminhada na selva durante o dia, caminhada na selva durante a noite, plantamos arvore, visitamos uma casinha de caboclo, experimentamos frutas e peixes regionais, vimos vários animais (tucano, papagaio, gavião, jacaré, cobra, tamanduá, iguana, macaco e vários outros…). Nas horas livres brincamos, rimos, jogamos dama, jogamos baralho e conversamos muito, coisas que com certeza não faríamos e tivesse a tal da internet.
Conseguimos afastar os meninos de tanta bobagem que assistem no youtube, vivenciamos uma experiência incrível de contato direto com a natureza e ainda ganhamos o melhor de tudo, a aproximação da familia com momentos gostosos e descontraídos que com a correria do dia a dia e com tanta opção de entretenimento, vão ficando cada vez mais difíceis de acontecer.

A pergunta que todos fazem: “E os moleques, gostaram?”. Sim amaram!

Tivemos a oportunidade de apresentar viagens opostas para eles. Na Disney viveram a magia da fantasia, uma magia fictícia. Tiveram experiências com tecnologia de ponta, cinema 4d, realidade virtual e eram estimulados a consumir, consumir e consumir. Na Amazônia aprenderam que menos é mais, viveram de perto a magia da Natureza, escutaram o barulho delicioso da selva, a gritaria encantadora dos macacos. Ouviram da boca de um caboclo, que vive numa casa de palha, que não tem banheiro e nem energia elétrica, que o melhor da Amazônia é que lá ele tem tudo e não falta nada.

Não poderíamos ter escolhido destino melhor!”
Mariana, Marcelo, Lucas e Rafinha

Comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *