Adventure Club
+55 11 5573-4142
Blog / Experiências

Explorando a Chapada das Mesas

nov, 16

Texto escrito por Eliane Leite, Diretora da Adventure Club


Recentemente, pude conhecer mais um destino de natureza brasileiro incrível e do jeito que eu mais gosto — em ótimas companhias. Embarquei rumo a Chapada das Mesas, no Maranhão, junto com a nossa Gestora de Marketing, a Ge Barconi, e depois encontramos três clientes super especiais: a Natalia, sua mãe Ilda e sua filha Maria Luiza.

Acho bacana frisar que nós da Adventure Club buscamos conhecer em detalhes cada um dos destinos com os quais trabalhamos para realmente entregar um serviço de qualidade e diferenciado. Além das principais atrações turísticas de cada lugar, nós sempre temos outros cantinhos mais escondidos, e igualmente belos, para indicar. 

Eu amo descobrir um lugar mais reservado, fora da rota turística tradicional, e levar os meus clientes para vivenciarem aquela experiência também. Então, sempre que possível, eu ou alguém da nossa equipe vai pessoalmente conferir quais os pontos altos, e também o que não é tão interessante assim, para montarmos os roteiros.

Viagem-Eli-Mesas-Clientes

Nossa programação pela Chapada das Mesas

Antes de encontrarmos as nossas passageiras, eu e a Ge fomos convidadas pelos nossos parceiros locais para visitarmos uma propriedade privada que nunca havia recebido turistas antes. Já pensou que legal? Fomos as primeiras a conhecer a cachoeira e o poço que um dia irão se tornar grandes atrações do lugar. 

Agora, falando sobre as principais atrações da região, vou começar contando um pouquinho sobre o Morro do Chapéu, símbolo da Chapada das Mesas. Para chegarmos até o topo do morro, fizemos uma caminhada considerada de nível moderado, mas vale dizer que o grau fica entre moderado e difícil. Pessoas que não estão acostumadas a esse tipo de atividade, que têm baixa resistência ou algum tipo de restrição podem sentir dificuldade durante o percurso. 

Ao todo, são 5 quilômetros (ida e volta). O caminho é bem íngreme e cheio de pedras soltas, então sugiro que você use um calçado especial para trekking, bastões e luvas para proteger as mãos na hora de segurar a corda. Mas todo esforço vale a pena, a vista lá de cima é realmente muito bonita! 

Ainda sobre o Morro do Chapéu, achei curiosa a história por trás do nome. O Agnaldo, o guia que nos acompanhou até lá, nos contou que o Elias Ferreira Barros, quem descobriu Carolina e começou o povoado por lá, se juntou com um grupo de homens para seguir os índios. Chegando até perto do morro, imaginou que se subisse até o topo iria conseguir visualizar onde os nativos estavam e, quando desceram, eles esqueceram o chapéu lá em cima. Também o nome do morro está atrelado ao formato que visto de longe lembra um chapéu.

Seguindo a programação, conhecemos outra atração imperdível e muito visitada na Chapada das Mesas: o Complexo do Poço Azul. É lá que se encontram algumas das cachoeiras mais belas da região, como a Santa Bárbara, com 70 metros de queda, a dos Namorados e a de Santa Paula, além, é claro, do próprio Poço Azul, que dá nome ao local. 

O Poço Azul é um dos lugares mais extraordinários da Chapada; vale a pena reservar um tempinho a mais só pra curtir essa atração. A água é cristalina e varia entre diferentes tonalidades de azul devido à profundidade do poço, às formações rochosas que o cercam e ao reflexo do sol quando bate.  

Quem gosta de mergulhar pode levar o óculos próprio de mergulho e curtir um visual cheio de peixes debaixo d’água. Mas mesmo quem não quer entrar na água pode ver os peixinhos circulando e curtir a beleza do local em cima das pedras que ficam nas bordas. 

Partindo para as próximas cachoeiras — nesse caso, já fora do Complexo do Poço Azul —, visitamos a Cachoeira do São Romão, uma cachoeira enorme que você consegue acessar pela parte de trás e chegar bem pertinho. É uma sensação de recarregar as baterias quando você está diante de uma força tão grande e sente a água batendo no seu corpo e no seu rosto!

Também fomos visitar a Cachoeira do Prata, outra grandiosidade da natureza. Sem palavras para descrever, acho que só mostrando vídeos e fotos para conseguir passar um pouco mais da energia que sentimos ali. E nesse mesmo dia, voltando para a pousada, fomos visitar o Sr. Pedro e a esposa para um lanchinho da tarde muito especial, recheado de simpatia e boas risadas.

No outro dia, a programação seguiu para o Complexo da Pedra Caída, que tem cinco cachoeiras. Amanheceu chovendo bastante e tivemos que esperar um pouco para ir, mas nada que tenha atrapalhado o passeio. A primeira que conhecemos foi a Cachoeira do Santuário.  Mesmo em um dia chuvoso, ela é muito bonita. Muito mesmo! Ficamos realmente impressionadas com a beleza daquele lugar.

Mas, se já estávamos encantadas, com a Cachoeira do Capelão tivemos a cereja do bolo. Um corredor de água cristalina que chega em uma cachoeira, formando uma paisagem incrível. Já no o final da tarde, subimos até o Portal da Chapada das Mesas para uma das vistas panorâmicas mais lindas da região.

Algo que vale dizer de uma forma geral sobre todas as cachoeiras é que as águas costumam ter uma temperatura muito agradável. Como durante o dia faz bastante calor e as águas não são frias, é praticamente irrecusável tomar um bom banho de cachoeira.

Por fim, no último dia, atravessamos o Rio Tocantins, saindo de Carolina, no Maranhão, para chegarmos a Filadélfia, no estado do Tocantins. Lá fizemos o circuito Torre da Lua, mais uma caminhada de 11 quilômetros, também de nível moderado. Como é uma serra bem grande, as pessoas que moram de um lado veem a Lua nascendo do outro, e daí o nome. 

Ficou com vontade de conhecer a Chapada das Mesas?

Nós recomendamos muito essa experiência para quem, assim como nós, gosta de estar em contato com a natureza e viajar para lugares ainda não tão conhecidos. Trabalhamos com o melhor parceiro local, que tem todo um cuidado para montar passeios diferenciados, e com guias incríveis e muito atenciosos. Garantimos que você irá se surpreender!

Confira os nossos roteiros para a Chapada das Mesas

Quem vai à Chapada das Mesas volta com muitas boas memórias

“Conhecer Chapada das Mesas foi mais uma experiência incrível de conhecer um pouco mais do nosso Brasil, suas belezas naturais e culturais! Cada cachoeira visitada, cada trilha feita a gente se distanciava do corre-corre da vida diária e a sensação de paz, de renovação das energias tomava conta de nós. Agradeço a Adventure Club por toda atenção e carinho ao montar esse roteiro e nos acompanhar em mais essa viagem, que ficará em nossa memória!” – Natalia Charruff

Depois de conferir o depoimento da Natalia, nossa cliente que esteve conosco na Chapada das Mesas, você deve ter se inspirado ainda mais para conhecer esse destino tão espetacular. É por isso que estamos aqui, esperando pela sua mensagem, para planejarmos uma experiência inesquecível para você também. Fale com a nossa equipe!



Comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Você também pode gostar de ler

    Fale por Whatsapp

    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade e com os Termos de Uso.