Curiosidades / Dicas de Viagem

O que fazer na China: pontos turísticos, culinária e curiosidades

ago, 31

flickr.com / JULIAN MASON As diferentes partes da Grande Muralha da China distribuem-se entre o Mar Amarelo (litoral nordeste), o deserto de Góbi e a Mongólia (a noroeste).

Cada vez mais em destaque no cenário político e econômico mundial, a China também tem atraído muitos turistas que se interessam por seu valor cultural e costumes que são, ao mesmo tempo, milenares e inovadores.

Pontos turísticos da China

A Grande Muralha da China é, provavelmente, o principal símbolo do país. Com mais de oito mil quilômetros de extensão, esta grandiosa obra levou dois milênios para ser finalizada e passa por nove províncias e mais de 100 condados.

Outra parada obrigatória para o turista é a Cidade Proibida que, durante cinco séculos, serviu de moradia para o imperador chinês e manteve seus portões fechados para o público: somente membros da família imperial e alguns funcionários podiam ter a honra de entrar no complexo.

Em Xian, uma das cidades mais antigas da China e que já foi capital nacional, o viajante poderá conferir de perto o mundialmente conhecido Exército de Terracota. São mais de 8.000 estátuas de guerreiros, todas feitas de terracota e que serviam de proteção para os túmulos dos imperadores. Esta relíquia foi descoberta na década de 1970 e vale muito a visita.

Para quem gosta de animais, a dica é explorar Chengdu, uma das cidades mais populosas do país e que é conhecida como a casa dos pandas gigantes. No local, os Santuários dos Pandas Gigantes se estendem por mais de 9 mil quilômetros quadrados, abrigando 30% de toda a população mundial da espécie.

flickr.com / George Lu Os pandas gigantes estão confinados ao centro-sul da China.

Culinária chinesa

A China possui uma culinária bem característica e que revela um pouco dos costumes de sua população. No norte do país se destacam os pratos baseados em frituras e massas. Os principais exemplos são o macarrão talharim, bolinhos de carne e os tradicionais pastéis.

A parte sul, por sua vez, possui culinária mais diversificada e exótica, com pratos que incluem ingredientes como barbatanas de tubarão, cobras, carne de cachorro, gafanhotos e até mesmo escorpiões. Esses itens pouco convencionais para o ocidente se popularizaram graças aos grandes períodos de guerra, fome e pobreza que fazem parte da história da China.

flickr.com / Harvey Barrison Em Pequim existe uma seleção de comidas de rua exóticas: insetos fritos, escorpiões e seres marinhos que podem ser encontrados juntamente com outros animais normalmente não consumidos como alimento no ocidente.

Curiosidades sobre a China

• É o país mais populoso do mundo, com mais de 1,36 bilhão de pessoas;
• Segundo a lei chinesa, cada casal pode ter apenas um filho. Esta medida foi adotada em razão do controle de natalidade;
• A Grande Muralha da China é a maior construção já feita pelo homem;
• A pena de morte causa grande discussão no mundo ocidental, mas na China ela é aplicada como punição máxima em diversos crimes;
• 30% das famílias chinesas contam com pelo menos um dos avós morando na mesma casa. O motivo? O conhecimento dos mais velhos é muito valorizado pela população;
• Apenas os EUA poluem mais o meio ambiente do que a China;
• A China é o país que mais consome energia elétrica em todo o mundo;
• A Cidade Proibida contém aquela que é considerada a maior coleção de estruturas antigas de madeira de todo o mundo;
• O maior congestionamento do mundo foi registrado na China e durou impressionantes 12 dias seguidos;
• O Ketchup foi inventado na China. Por lá é chamado de Ke-Tsiap;
• Mais de 100 milhões de chineses vivem apenas com 1 dólar por dia.

Comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *