Dicas de Viagem

Descubra como visitar a região de Atol das Rocas

maio, 12

Reprodução: Projeto Tamar Atol das Rocas é considerado um santuário ambiental, e a visitação é controlada pelo IBAMA.

Atol das Rocas é uma reserva biológica de proteção integral que fica a 267 quilômetros de Natal, capital do estado do Rio Grande do Norte. Considerado o principal ponto de estudo sobre a vida marinha em todo o território nacional, Atol das Rocas possui uma natureza espetacular, recheada de cenários paradisíacos e incomparável riqueza natural.

Formado por duas ilhas, o Atol das Rocas possui clima ideal para a sobrevivência de diversas espécies e, justamente por isso se tornou uma zona de abrigo, reprodução e alimentação para os mais variados tipos de aves, peixes, lagostas, polvos, tartarugas e outras espécies de animais.

Atol das Rocas: como visitar?

Antes de qualquer coisa, é necessário destacar que o turista precisa de uma autorização prévia do IBAMA para visitar a região de Atol das Rocas. O motivo para isso é muito simples: o Atol das Rocas é considerado um santuário ambiental e o trabalho realizado na região depende diretamente da preservação da natureza. Por isso, o turismo da região é rigorosamente controlado.

A melhor saída para quem deseja conhecer Atol das Rocas é ficar hospedado nas redondezas. Em Ponta Negra, por exemplo, há uma boa estrutura turística para receber os viajantes, além de praias espetaculares para curtir o sol e passear de buggy, como a própria praia de Ponta Negra e também a Praia Barra de Tabatinga.

A maioria das praias mais próximas ao Atol das Rocas é altamente preservada e praticamente deserta. Por isso, mesmo que não seja possível conhecer a região da reserva biológica, conhecer as redondezas já é uma excelente opção de viagem.

Comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *