Blog / Experiências

Deserto do Atacama com Crianças

maio, 08

Neste mês de Abril de 2019, mês do meu aniversário, resolvi sair com minha família por uns dias e viver um destino de natureza intensa e então fomos para o DESERTO DO ATACAMA. A viagem não é muito rápida, são 5 horas de voos até Santiago, conexão, malas, alfândega e mais um voo de 01h30 até Calama que é por onde os voos chegam e praticamente todos para o mesmo destino: o deserto.
Mas antes de falar sobre essa minha experiência, vou falar sobre algumas curiosidades do Atacama que talvez você ainda não saiba:
1 – Você sabia que é o deserto mais seco do mundo?
2 – Sabia que existe um caminho que antigamente ligava Santiago a Cusco no Peru e que era a rota comercial do Império Inca? E sim, pode ser visto até hoje dependendo do passeio que você irá fazer.
3 – Sabia que o tipo de solo encontrado em Marte pela sonda Phoenix é semelhante ao encontrado no Atacama? Por isso a NASA, que tem um base de estudos no deserto, fez testes com seus robôs por lá, justamente pelas semelhanças físicas e de clima.
4 – Sabia que lá é casa das múmias mais antigas do mundo? As múmias do Atacama datam de 7 mil a 2 mil a.c., uma cultura chamada “Chichorro” foram encontradas a partir de 1917 no Atacama, ou seja, são mais antigas que as Egípcias.
Bom, há muitos outros pontos interessantes, e o que mais atrai gente do Brasil e mundo inteiro é mesmo a paisagem SURREAL que há.

Fizemos passeios maravilhosos para todos os gostos e todas a idades, mas o que devemos levar em conta por lá é a altitude. Há passeios que passam fácil dos 4 mil metros de altitude, e sim, sentimos e bem, além do ar que é extremamente seco. Seca narina, garganta, cabelos, pele, a dica é hidratar o tempo todo e aos poucos… Manteiga de cacau, vaselina são obrigatórios. A noite na vilinha de “São Paulo do Atacama”, como é chamada carinhosamente pelos muitos paulistanos que visitam a região, é mesmo uma graça, bares, restaurantes, lojinhas, igrejinha, praça, gente alegre e diversão, vale curtir um jantar por lá. E pelo dia a dica é mesmo acordar cedo e conhecer. Nós fizemos muitos passeios legais de meio dia ou de dia inteiro e sempre para um lugar bem diferente um do outro, a diversidade é enorme, 8 dias é essencial e ainda ficará um gostinho de quero voltar.

Hora estávamos fazendo trilhas pelos cânions dos cactos gigantes, hora pela montanha acima até chegar na paisagem mais maravilhosa que vi, as Lagunas Altiplânicas, hora caminhada pelo Deserto do Sal, Vale da Lua, Vale de Marte com direito a escorregar nas dunas, visita a pequenos vilarejos, povo local, comida e costumes, tudo que nos faz enriquecer verdadeiramente. Além disto, é um destino que você pode “fazer nada” também, curtir o silêncio, curtir o dia a noite, as estrelas, ler um livro e para ter isso com prazer recomendo estar num hotel que complemente tudo isso.
Eu sou verdadeiramente apaixonada pela rede Tierra Hotels, já me hospedei em todos da rede e posso dizer que a essência é sempre a mesma e que me encantou deste o primeiro onde me hospedei no Tierra da Patagônia Chilena.
O que mais me encanta é saber que o fundador da rede Tierra é um SER HUMANO que preza por OUTRO SER HUMANO, sentimos que essa filosofia do hotel e que é passada por todos eles. É um hotel que você parece estar na sua casa com alguém sempre te servindo. Além disto o ponto para mim neste caso, é o fato de ser hoje o único hotel 100% sustentável por lá, energia dos painéis solares espalhados no hotel, água reutilizável, alimentação fresca e todos os dias uma super opção, e que também não é nada engessada. Sim, você pode mudar… E não tem custo!!!

E falando em custo, o Tierra Atacama não é um hotel barato se compararmos com os hotéis mais pedidos por lá, mas também não é mais caro e o custo versus benefício explica: você já sai daqui com TUDO incluído, estou dizendo TUDO, passeios, guias, bebidas e alimentação. Você só irá pagar caso queira algum tratamento do SPA ou algo fora do regular do hotel, mas fora isto, você não se sentirá nunca e em nenhum momento constrangido com nada, e quando faz seu check out, pronto, não tem nada a pagar, a não ser se fez algo extra como citei. Está sempre numa região ou lugar estratégico, o Tierra Atacama por exemplo tem toda frente para o vulcão mais importante para os atacamenhos: o Lincancabur. É lindo, ele imponente ali na sua frente quando você acorda, com nascer do sol na sua janela, ou ver o pôr-do-sol na parte de traz de seu apartamento que tem uma linda decoração clean. Amo Tierra e super recomendo. Claro que já que estava indo, era meu aniversário, com duas crianças, eu queira estar bem e passar meus dias sem sufoco de caçar almoço ou jantar, passeio do dia seguinte, coisas assim. A ideia é ter paz e sossego, ter alguém cuidando do melhor daquele lugar, então decidi que também visitaria e me hospedaria no hotel Alto Atacama, um outro hotel maravilhoso, já mais afastado do centro cerca de 3Km mas com transfers a todo momento à disposição para quem quiser.

Um hotel de alto nível, SPA renomado, gastronomia e vinhos de dar água na boca de novo só de lembrar… kkk. Mas neste hotel o que mais me impressionou foi o BARULHO que o silêncio faz, sim, é verdade, parava por instantes na varanda com vista para uma das paisagens mais lindas com aquela cor vermelho terra intenso e ficava escutando o silêncio, é realmente fantástico e claro, necessário ter esse tempo. As crianças sempre a vontade pelo hotel, andavam por todos os lados, alimentavam o Mani (lhama) com sementes do chão, iam e voltavam a todo momento e como queriam. E nós pais??? Tranquilos pela segurança, sem a preocupação de onde estavam, com quem falaram, o que comeram e sim curtindo um vinho no restaurante super aconchegante, testando drinks no bar antes do jantar e claro, aquele céu do Atacama que não há em outro lugar no mundo. O passeio que mais gostamos de fazer com elas duas, uma de 7 e outra de 12 anos, foi o bike até a Laguna Cejar, sempre com acompanhamento, água, primeiros socorros, guia ao lado, uniformizados para não deixarem de nos ver na estrada e para quando quiser. A paisagem do trajeto é outra pintura, chegando lá você pode ver outra pintura e assim vai por todo o Atacama.

Nossa, ficaria aqui horas detalhando para vocês minha super viagem. O que mais me “renova” é estar no meio de lugares diferentes, com pessoas do mundo inteiro, trocando experiência, fazendo novos amigos e curtindo realmente a VIDA.

Eliane Leite, diretora da Adventure Club, embarcou para uma experiência com sua família no Deserto do Atacama e veio nos contar como foi essa viagem recheada de surpresas.

 

 

 

 

Comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar de ler