http://Logo%20Adventure%20Club Adventure Club
+55 11 5573-4142

Pacote de viagem para
Serra do Cipó

Melhor época O ano todo
Permanência 5 Dias
Roteiros inicio

Um convite irrecusável para interagir com a natureza

Se você curte estar em meio à natureza e, mais que isso, interagir com ela, este é o seu lugar. A diversidade da flora, que fez o consagrado paisagista Burle Marx chamar de “Jardim do Brasil” o Parque Nacional da Serra do Cipó, emoldura os cenários em toda e qualquer caminhada. A localização, na porção sul da Serra do Espinhaço, onde as águas do Rio Doce e do Rio São Francisco se dividem, contribui para que rios que nascem ali tornem-se o caminho de passeios de caiaque ou stand up paddle. A topografia acidentada, marcada por serras e cânions, encarrega-se de fazer tanta abundância de água dar origem a cachoeiras que, além de formar piscinas ideais para banho, compõem a vista que se tem durante a prática de rapel ou tirolesa. Ou seja: como pinturas rupestres datadas de mais de sete mil anos podem confirmar, a relação da Serra do Cipó com o homem é e sempre foi irrestrita, de uma forma ou de outra.

Melhor Época de Viagem para Serra do Cipó

A melhor época para visitar o Parque é entre Abril e Julho, quando a seca ainda não é tão intensa,as cachoeiras têm bastante água, chove pouco e as temperaturas são mais amenas.

CLIMA: O clima na Serra do Cipó é considerado o Tropical de Altitude, com verões frescos e temperaturas máximas de 30ºC, e invernos pouco frios e secos.
DDD: 31
ENERGIA ELÉTRICA: 110 Volts

Informações Úteis sobre a Viagem para Serra do Cipó

Quando ir?
Qualquer época do ano, não tem restrição, a diferença será época de cheia das cachoeiras e seca, mais quente ou mais friozinho (fresco).

Quantos dias ficar?
No mínimo cinco dias, pois tem muita coisa, mas o ideal mesmo são oito dias.

Pode mesclar outros destinos próximos e quais?
Sim, podemos colocar na ida ou na volta Inhotim, pelo menos mais uns 3 dias, e incentivar a volta do turismo local. Além disso, temos o Parque Estadual do Sumidouro, onde está a Gruta da Lapinha, entre BH e a Serra do Cipó, que podemos colocar como opcional também.

O que importa de verdade em sua bagagem?
Aqui eu selecionei algumas dicas especiais para nossos clientes, pois o básico sabemos, mas existem coisas que realmente fazem falta e poderíamos ter sido instruídos. Eu senti isso comigo e não quero os clientes da Adventure Club passem o mesmo.

– Mochila de ataque. Mochila pequena que caiba o protetor, água, toalha, uma muda de roupa seca (sempre) e mais o seu lanche;

– Recipiente ou bolsa de hidratação (mínimo 1,5L);

– Roupas leves para caminhada e dry fit. Dependerá do clima que for, mas a viagem é inteira “molhada”, então terminou a trilha até voltar para a pousada, troque a roupa colocando uma seca e guarde a molhada em um saco na sua mochila. Como as pousadas são simples e não tem muita área pra secar as roupas, sugiro sempre dry fit para que possa secar rápido, evite o algodão;

– Roupas de frio, aqui entra a segunda pele, o frio na Serra da Cipó é realmente frio;

– Roupas para banho, sempre claro, mas o que comentei acima, leve roupa seca para trocar depois;

– Toalha pequena para os passeios e de preferência as de secagem rápida;

– Anorak ou capa de chuva impermeável, sempre tenha com você, é um destino úmido;

– Tênis ou bota de caminhada confortável, amaciada e se possível impermeável, evite tênis de academia as trilhas são bem acidentadas;

– Sapato aquático, aqueles para entrar na cachoeira ou andar na água, evita cortar o pé ou se ferir com pedras;

– Chapéu ou boné, e se você for bem sensível ao sol, busque os que tem cobertura de orelhas e pescoço;

– Lanterna com pilhas novas, sinceramente não usei mas há trilhas longas que no inverno terminam no final do dia e neste caso é necessário;

– Protetor solar;

– Repelente, passe pela manhã e final da tarde, quando mais atacam;

– Câmera fotográfica ou um bom celular, a paisagem é linda, mas lembre-se da água, leve a bolsa estanque para entrar com o celular nas cachoeiras;

– Medicamentos de uso pessoal;

DOCUMENTOS: Para brasileiros é necessário somente carteira de identidade (RG) original para embarque e para crianças menores, Certidão de Nascimento original. No caso de crianças desacompanhadas, autorização reconhecida em cartório com foto em duas vias.
Para estrangeiros, passaporte válido ou RNE.

VACINAS: Orientações ao Viajante: É importante conhecer, com antecedência da sua viagem, os cuidados que devem ser tomados com a saúde. Recomendamos acessar o site da ANVISA onde poderá encontrar mais informações no portal do viajante para todo Brasil: http://portal.anvisa.gov.br/servicos/viajantes

Internacional: Onde pode ser solicitado a emissão do certificado internacional da Vacina Contra Febre Amarela http://portal.anvisa.gov.br/certificado-internacional-de-vacinacao-ou-profilaxia

Nome: Eliane Leite
Data: Fev 2019
Destino: Serra do Cipó
Mensagem: Foi uma experiência maravilhosa conhecer a Serra do Cipó com a minha família. Não imaginava que lá tinha tanta coisa pra fazer… Muitas trilhas, cachoeiras e boa gastronomia. Recomendo muito!

 

 

Nome: Anderson Nigro
Data: Jun 2018
Destino: Serra do Cipó
Mensagem: Feedback por telefone, mas disse que gostou muito de tudo, pousada receptiva e os passeios são bem legais, o guia o levou para lugares menos explorados e foi bem interessante.

 

 

Nome: Rosilane de Paula
Data: 12/09/2016
Destino: Pacotes de Viagem para Minas Gerais – Pacote de Viagem para Serra do Cipó
Mensagem: Olá Mariana!
A viagem foi maravilhosa! Segue algumas fotos!
Abraços!

Fale por Whatsapp