Pacote de viagem para
Pantanal

Melhor época Janeiro a Dezembro
Permânencia 5
Roteiros inicio

Uma mostra permanente do renascimento da vida

De dezembro a março, água por todos os lados, fauna e flora revigoradas, borboletas colorindo aqui e ali e o pôr do sol mais bonito do ano. Estação exuberante, que deixa claro porque o Pantanal é uma das maiores planícies alagáveis do planeta. Nos três meses seguintes, hora de o nível da água começar a baixar à medida que a chuva fica escassa. Mamíferos que fugiram das cheias começam a voltar e os lagos e as poças remanescentes viram abrigo para peixes que, facilmente, tornam-se alimento de aves aquáticas. De julho a outubro, a vida selvagem se apresenta sem reservas. Os campos secos revelam planícies onde os animais podem passar os dias e matar a fome sem dificuldade. É também a época de reprodução das aves que, por isso, cantam e encantam ainda mais. Em novembro, o ciclo de vida pantaneiro se reinicia, com muita, muita chuva, a fim de preparar este Patrimônio Natural da Humanidade e Reserva da Biosfera para mais uma estação das águas. E neste movimento ininterrupto, o destino se reinventa, renasce e transforma tudo e todos.

Melhor Época de Viagem para Pantanal

O Pantanal muda de cenário a cada estação, mas é sempre exuberante. Cada uma das estações possui características próprias, variando de acordo com a presença ou não das chuvas. A precipitação anual do pantanal é em média 1500 mm, mas com grande concentração nos meses de Novembro a Março.

Estação das Águas – Período de Dezembro a Março
Com as chuvas de verão parte do Pantanal fica alagado, a fauna e a flora se revigoram e o Pantanal atravessa uma de suas épocas mais exuberantes. As principais características desta época são as mais belas paisagens, com água por todas as partes e muitas aves aquáticas, como o tuiuiú, os cabeças-secas, o carão, patos, marrecas e garças.
Entre os mamíferos mais comuns podemos encontrar a capivara, o lobinho e os veados: campeiro e catingueiro. As plantas aquáticas estão em reprodução e podemos observar as mais diferentes formas e cores nas baías e corixos, além de muitas borboletas e outros insetos muito interessantes. Também é a época de se observar o mais lindo pôr-do-sol do ano.

Estação da Vazante – Período de Abril a Junho
Em Abril, as chuvas param e o nível das águas começa a baixar formando lagoas e poças d´água, onde milhares de peixes ficam presos, servindo de banquete às aves aquáticas, que se concentram nestas regiões.
A temperatura fica mais amena, e as noites mais estreladas. Os mamíferos que se dispersaram na estação da cheia começam a retornar e dar o ar de sua graça. Com sorte podemos observar espécies como queixadas e catetos, o cervo-do-pantanal, e os macacos: bugio e prego.

Estação da Seca – Período de Julho a Outubro
É o melhor período para a observação da vida selvagem. A falta de chuvas encolhe as lagoas, revelando a planície e facilitando o transporte por terra. Os campos começam a secar, oferecendo vastas áreas para pastagem, onde os mamíferos buscam alimento e água nas poças d´água remanescentes.
A partir de Agosto ocorre a floração dos ipês, localmente chamados de piúvas (rosas) e paratudos (amarelos). As aves entram na estação reprodutiva, vocalizando muito e com suas plumagens em melhor estado. Também é a melhor época para observar os tamanduás, quatis e mãos-peladas.

Estação da Enchente – Período de Novembro e Dezembro
É o período em que chove bastante no Pantanal, mas não o suficiente para alagar. Devido ao longo período de seca, demora um tempo para que o solo sature de água a ponto de transbordar. Também é a época de muita fartura de alimento para as aves que iniciaram sua reprodução nos meses anteriores, sendo muito comum avistarmos filhotes se alimentando com seus “pais”.

VOLTAGEM ELÉTRICA: 110V
CÓDIGO TELEFÔNICO: (67)
PERMANÊNCIA: Trilha ecológica, Observação de fauna e flora, focagem noturna de animais, passeios a cavalo, safári fotográfico, pesca de piranhas,
O QUE FAZER: Mínimo 4 dias

DOCUMENTOS: Brasileiros precisam estar com o RG original, em bom estado e recente (emitido a no máximo 10 anos). Menores de idade sem RG, precisam da Certidão de Nascimento original. No caso de menores desacompanhadas dos responsáveis, autorização reconhecida em cartório com foto em duas vias. E estrangeiros precisam do Passaporte válido ou RNE.

VACINAS: Orientações ao Viajante: É importante conhecer, com antecedência da sua viagem, os cuidados que devem ser tomados com a saúde. Recomendamos acessar o site da ANVISA onde poderá encontrar mais informações no portal do viajante para todo Brasil: http://portal.anvisa.gov.br/servicos/viajantes

Internacional: Onde pode ser solicitado a emissão do certificado internacional da Vacina Contra Febre Amarela http://portal.anvisa.gov.br/certificado-internacional-de-vacinacao-ou-profilaxia

Nome: Marcela de Souza Dias Figueiredo e Bruno Figueiredo Bacchi
Data: 17 a 20 Jul 2018
Destino: Pantanal – Fazenda Aguape
Mensagem:
Oi Amanda, amei tudo, foi uma  experiência maravilhosa! Tudo funcionou perfeitamente!
O atendimento das pessoas, a pousada, os passeios, tudo.. Foi demais!!! Valeu muito!!!

 

 

Nome: Petra e Marianne
Data: 24/10/2016
Destino: Pacote de Viagem para o Mato Grosso do Sul – Pacote de Viagem para Pantanal
Mensagem: Primeiramente MUITO OBRIGADA! Eu ainda não te escrevi, porque queria te ligar pra contar… mas como vc me pediu um relato, aqui vai. A viagem foi maravilhosa! Muito obrigada de coração pelo vinho oferecido para o aniversário da minha mãe!!! Quanta atenção, obrigada mesmo, ficamos bem comovidas… com tudo! Aquele lugar é mágico! Oh gente boa demais, a Dona Ivone e o Seu Jairo! E todo o pessoal da pousada!!! Não poderia ter sido melhor!