Pacote de viagem para
Guatemala

Melhor época Novembro a Abril
Permânencia 5 Dias
Roteiros inicio

A Guatemala é um dos principais destinos turísticos da América Central. Em vilarejos espalhados por todo o país, entre lagos e vulcões, sobrevivem tradições de três mil anos, como os coloridos mercados públicos, as roupas bordadas a mão e os incríveis artesanatos. O concreto e o zinco acabaram com a harmonia das antigas construções de adobe e palha, mas dentro das casas ainda resiste o aconchego do fogão a lenha, da vida coletiva. Se tiver pouco tempo para visitar a Guatemala, escolha Antigua, a primeira capital do país, cercada por cinco vulcões dois deles ainda ativos. Declarada patrimônio histórico da humanidade pela Unesco, foi fundada em 1540 e é uma das mais antigas e ricas cidades da América espanhola. Igrejas e mosteiros riquíssimos, alguns em ruínas, outros totalmente restaurados, multiplicam-se pelas ruas de pedra bem preservadas.

Melhor Época de Viagem para Guatemala

A melhor época para vistar o país é durante a estação seca, no final de Novembro ao início de Abril.

IDIOMA OFICIAL: Espanhol (mas se pratica muito a antiga língua conhecida como Maia Quiché)
MOEDA: Quetzal
FUSO HORÁRIO: -3 horas em relação ao horário de Brasília
CAPITAL: Cidade da Guatemala
VOLTAGEM: 120V
CÓDIGO TELEFÔNICO: +502

DICAS DE VIAGEM

Gastronomia: A gastronomia da Guatemala possui uma variedade de culturas, tendo como base o feijão, milho e pimenta. Alguns pratos típicos da região são: Kak ik, caldo feito com uma variedade de temperos; Fiambre, uma mistura de carnes e legumes variados, servido no Dia de Todos os Santos; Chuchitos, pequenas porções de massa envolta de carne; Tortilhas, massas que acompanham quase todos os pratos guatemaltecos e Pepián, frango com molho acompanhado de arroz. Alguns pratos da região foram declarados patrimônios culturais, tais como o Kak ik e o Pepián.  Em questão de bebidas, vale a pena também experimentar o café, que é considerado um dos melhores do mundo.

Cultura:
A cultura da Guatemala teve influências dos espanhóis e civilizações maias. É possível ver a forte influência maia no povo mais pobre que vive na parte rural e o povo mestiço urbanizado que acaba sendo relativamente mais rico. A música guatemalteca engloba vários estilos e expressões, tais como a marimba, que é o instrumento nacional do país. As civilizações maias também influenciaram o estilo das roupas: capas, camisas, blusas e saias compridas com tecidos de fios coloridos.

Principais atrativos: Cidade da Guatemala, Lago Atitlán, Antigua (com sua arquitetura colonial e ruínas), vulcões como Pacaya, Acatenago, Santiaguito e Santa Maria, a pequena cidade de Quetzaltenango (também conhecida como Xela), Chichicastenango, parque natural de Semuc Champey, sítio arqueológico Tikal e Lago de Petén Itzá.

Passeios imperdíveis: caminhada para conhecer os vulcões, trilha pelo Parque Semuc Champey e feira-livre de Chichicastenango

Segurança: Principalmente fora dos pontos turísticos, percebe-se a falta de infra-estrutura rodoviária e maior violência urbana nos grandes centros. A presença de homens fortemente armados fazendo a segurança de estabelecimentos pode até trazer uma certa segurança para quem passa por perto e mesmo em estradas a presença de policiais procuram manter a ordem. O idioma, dependendo da região pode ser um limitador pois muitos locais falam somente a antiga língua Maia. É também um país com alta atividade vulcânica como em Antígua e Quetzalquenango que foram afetadas por erupções em 2016.

DOCUMENTOS:
– Brasileiros não necessitam do visto para permanência até 90 dias. Veja no Portal Consular do Itamaraty: http://www.portalconsular.itamaraty.gov.br/tabela-de-vistos-para-cidadaos-brasileiros
– Passaporte original com validade mínima de 6 meses (contando a data de volta da viagem) com 1 página em branco para o carimbo da entrada.
– Menores de 18 anos viajando desacompanhados – autorização por semelhança* de pai e mãe, com firma reconhecida em 3 vias (para menores viajando sem a presença do pai e da mãe ou acompanhados por terceiros maiores e capazes). A mesma regra aplica quando acompanhados por apenas um dos pais, autorização por semelhança* do genitor que não viajará.
* Firma reconhecida por semelhança: significa que a assinatura de ambos os pais no documento de autorização pode se dar por meio do reconhecimento de firma já registrada em cartório.

VACINAS: Orientações ao Viajante: É importante conhecer, com antecedência da sua viagem, os cuidados que devem ser tomados com a saúde. Recomendamos acessar o site da ANVISA onde poderá encontrar mais informações no portal do viajante para todo Brasil: http://portal.anvisa.gov.br/servicos/viajantes

Internacional: Onde pode ser solicitado a emissão do certificado internacional da Vacina Contra Febre Amarela http://portal.anvisa.gov.br/certificado-internacional-de-vacinacao-ou-profilaxia

Nome: Eduardo e Tânia Motta
Data: 09/07/2015
Destino: América Central – Pacote de Viagem para Guatemala
Mensagem: Olá Mariana, adoramos a viagem. As ruínas Maias são muito legais. Adoramos mesmo. Obrigada.