Pacote de viagem para
Jordânia

Roteiros inicio

Com as suas raízes beduínas, a Jordânia, um país de seis milhões de habitantes localizado no coração do Oriente Médio, é considerada um dos lugares mais antigos habitados pelo homem. O país faz fronteira com o Líbano, a Síria, Iraque, Arábia Saudita e Israel.
Trata-se de um país recheado de tesouros naturais e históricos, com hotéis de luxo e restaurantes charmosos, além de um povo bastante hospitaleiro. O idioma oficial é o árabe, mas toda a população fala inglês com fluência e até as placas que dão nome às ruas e estradas estão em ambas as línguas.

O regime do país é parlamentarista, mas os reis são respeitados e ativos, principalmente no que tange às atividades nas áreas sociais, de preservação dos recursos naturais e na relação diplomática com os outros países.

Dentre as principais atrações da região, destacam-se o Deserto de Wadi Rum, eternizado pelo veterano inglês T.E. Lawrance das Arábias; o Tesouro de Petra, recentemente considerado uma das sete maravilhas do mundo e o Mar Morto, considerado o local mais baixo na face da terra e onde se concentra a maior quantidade de oxigênio do planeta.

Melhor Época de Viagem para Israel

A melhor época para visitar a Jordânia é na Primavera e no Outono quando as temperaturas são mais amenas (entre 24ºC e 26ºC) e a precipitação é diminuta. O Verão é quente e seco com as temperaturas a atingirem facilmente os 36ºC. O Inverno é frio e úmido com ocorrência de precipitação entre Outubro e Março e as temperaturas médias a situarem-se entre os 12ºC e os 18º.

Roteiros de viagem para Jordânia

Reveillon 2019 – Jordânia e Israel: Magias do Mundo Antigo

Periodo:
15 Dias | 29 Dez a 12 Jan 19
A partir de:
U$ 5.170,00

Grupo com Guia Brasileiro:
Magias do Mundo Antigo

Periodo:
15 Dias | Até Out 2018
A partir de:
U$ 5.995,00

Conjugado
Israel e Jordânia

Periodo:
11 Dias | Até Fev 2019
A partir de:
U$ 2.117,00

Grupo com Especialista – Líbano com Plínio Gomes e extensão para Jordânia

Periodo:
9 Dias | 27 Out a 8 Nov 18
A partir de:
€ 4.240,00

Israel, Jordânia e Egito com Cruzeiro

Periodo:
20 Dias | Até Fev 2019
A partir de:
U$ 3.535,00

IDIOMA OFICIAL: Árabe
MOEDA: Dinar jordaniano
CAPITAL: Amã
FUSO HORÁRIO: +5h em relação ao horário de Brasília (durante o horário de verão local, a diferença aumenta para 6 horas)
VOLTAGEM ELÉTRICA: 220V (com 5 tipos de tomadas diferentes)
CÓDIGO TELEFÔNICO: +962

DICAS DE VIAGEM

Gastronomia: A gastronomia da Jordânia possui influências árabes e mediterrâneas, com alguns ingredientes como pães, iogurte, arroz, alho e cebola. As refeições são bem servidas, primeiramente com o mazze, que seria alguns aperitivos de entrada, depois o prato principal e por fim a sobremesa. No mazze normalmente é servido homus (pasta de grão de bico), tabule (salada feita com sêmola de trigo, hortelã, salsa, cebolinha, tomate, limão e sal), falafel (bolinhos feitos de grão de bico) e kibe. No prato principal servem kebab, uma espécie de churrasco; kafta, que é um bife grelhado ou com molho tahini; shawarma, que são carnes feitas como um churrasco dentro do pão pita e o prato mais tradicional, chamado mansaf, que é carne de cordeiro com molho de iogurte seco e servido com arroz. As sobremesas são basicamente feitas de mel e frutas secas, com pratos como baklava (tipo de torta com nozes), raleu (feito com mel, açúcar e pasta de gergelim), akanafeh (feita com queijo branco sobre uma massa crocante com cobertura doce) e hareeseh (feito com semolina, coco, creme, açúcar, iogurte e amêndoas).

Cultura:
País de cultura árabe, a Jordânia é composta por um povo alegre, simpático e acolhedor. Apesar de muitos não terem um bom inglês, muitos deles vão tentar se comunicar e interagir com os estrangeiros. É um país majoritariamente muçulmano, então é comum as mulheres cobrirem os cabelos, pescoço, braços e pernas, porém há uma parte mais ocidentalizada em que as mulheres usam roupas menos conservadoras, normalmente coloridas e bordadas. Os homens usam o keffiyeh, que é o tradicional lenço utilizado em volta da cabeça e uma capa preta ou marrom chamada de abayyah.

Principais atrativos: Petra, a própria capital Amã, deserto Wadi Rum, Jerash (cidade romana com ruínas), Aqaba (cidade às margens do Mar Vermelho), Mar Morto, Caminho do Rei, cidade dos mosaicos Madaba, Monte Nebo e Karak.

Passeios imperdíveis: passar uma noite no deserto vermelho do Wadi Rum, dar um mergulho no Mar Morto e ver os mosaicos de Madaba.

Segurança: Apesar de estar localizada no Oriente Médio fazendo fronteira com países em conflito, a Jordânia é um dos países mais neutros e seguros da região. É raro ouvir falar de atentados e a maioria das atrações turísticas fica longe das regiões de conflito. Mesmo na questão da violência urbana, roubos, assaltos e furtos também não são tão comuns.

DOCUMENTOS:
– Brasileiros necessitam do passaporte com validade mínima de 06 meses (incluindo a data de retorno), e com um mínimo de quatro folhas em branco.
– Obrigatório o  visto de turismo que pode ser emitido solicitado no Consulado com antecedência ou na chegada do Aeroporto Internacional de Amman mediante a comprovação da documentação e pagamento da taxa de 40JOD (aproximadamente USD 56.00) para 1 entrada, o valor varia para mais entradas.  Para viagens que usem fronteiras terrestre como a Ponte Allenby/Rei Hussein é necessário solicitar o visto com antecedência. Saídas via terrestre ou marítima terão também o custo de uma taxa de saída.
– Outros vistos: dependendo dos países de conexão ou escala utilizados na rota dos voos reservados, outros vistos poderão ser exigidos.
– Menores de 18 anos viajando desacompanhados – autorização por semelhança* de pai e mãe, com firma reconhecida em 3 vias (para menores viajando sem a presença do pai e da mãe ou acompanhados por terceiros maiores e capazes). A mesma regra aplica quando acompanhados por apenas um dos pais, autorização por semelhança* do genitor que não viajará.
* Firma reconhecida por semelhança: significa que a assinatura de ambos os pais no documento de autorização pode se dar por meio do reconhecimento de firma já registrada em cartório.

VACINA
– É obrigatória a apresentação do Certificado Internacional de Vacinação contra Febre Amarela emitido com pelo menos 10 dias antes do embarque. Consulte o país de destino (http://www.anvisa.gov.br/viajante/)
– Verifique o procedimento para a emissão do Certificado (http://portal.anvisa.gov.br/certificado-internacional-de-vacinacao-ou-profilaxia)

Importante : 
– Aeroportos NÃO aplicam a vacina, somente emitem o Certificado e mediante comprovação da aplicação da dose inteira.
– A documentação de viagem é de responsabilidade dos passageiros e devem ser reconfirmadas junto aos Consulados e Cia. Aérea a cada viagem.