Dicas de Viagem / Ecoturismo / Experiências / Sem categoria

5 motivos para fazer um mergulho em Fernando de Noronha

set, 22

Quando eu viajei pela primeira vez para Fernando de Noronha, não imaginei que ficaria tão impactada por tudo o que via. Patrimônio Mundial Natural pela UNESCO, o arquipélago de Noronha tem 21 ilhas, ilhotas e rochedos que encantam todos os turistas que por lá embarcam.

No entanto, não são apenas as paisagens paradisíacas da região que se destacaram para mim. Por lá, o mergulho é atividade quase obrigatória entre os turistas e existem milhões de motivos que posso citar para que você faça essa atividade em Fernando de Noronha. Quer conhecer algumas?

Uma das maiores reservas marinhas do País

O Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha é um dos maiores do Brasil, são mais de 200 espécies de peixes, tartarugas marinhas, polvos, golfinhos, arraias, moreias, tubarões e crustáceos.

O destaque mesmo fica com os golfinhos, que até mesmo em um simples mergulho podem chegar bem pertinho e fazer o passeio — e o mergulho — valer a pena!

Baías ideais para mergulho

Assim que cheguei na ilha, indicaram-me um local para mergulhar, mesmo eu dizendo que nunca havia feito isso. Esse ponto era a Baía do Sudeste! Ela tem nada menos do que 5 metros de profundidade e pode ser explorada por mergulhadores amadores, profissionais e pessoas que nunca pensaram em ficar muito tempo embaixo d´água.

Além disso, em Noronha você pode realizar uma infinidade de cursos de mergulho, especialmente porque as maiores e melhores operadoras do País estão por lá.

Um lugar tranquilo

Tudo bem que quando mergulhamos, o silêncio se torna nosso melhor amigo, mas eu acredito que antes mesmo de colocar o cilindro, o snorkel ou as nadadeiras, é preciso se conectar com todo o ambiente.

Em Noronha isso é possível! A paz é tão grande e o silêncio tão intenso que é impossível não mergulhar de cabeça  — e completamente — nessa experiência!

Para todos os tipos de mergulho

Snorkeling, mergulho de cilindro, batismo e até mesmo amador. São mais de 20 pontos de profundidade variada para explorar. O melhor é que em alguns você pode ir sozinho, sem operadoras ou guias.

Agora, se o intuito é aprofundar suas habilidades, eu recomendo o Buraco das Cabras, Corveta Ipiranga, Cordilheiras, Macaxeira, Buraco do Inferno, Pedras Secas, Caverna da Sapata e Pontal do Norte.

Gostou das dicas e quer voar para Noronha? Então aproveite para descobrir quanto custa fazer uma viagem para o arquipélago e comece a preparar a sua bagagem!

Comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *