Adventure Club
+55 11 5573-4142
Blog / Ecoturismo

Pedalando por aí: dicas e roteiros para você fazer cicloturismo

out, 01

Gosta da ideia de percorrer e conhecer diferentes lugares em cima de uma bicicleta? Seja para uma longa viagem ou para um roteiro de poucos dias, esse estilo de viagem vem conquistando cada vez mais adeptos, e os motivos são claros: pedalar te faz ter um contato muito próximo com a natureza, é um meio de transporte sustentável, promove saúde e bem-estar e, ainda, te faz atingir um estado máximo de realização e satisfação pessoal.

Quer se aventurar nessa nova atividade? 

Não é necessário ser um atleta profissional para pedalar durante as viagens, basta ser apaixonado por percorrer novos caminhos, contar com um bom preparo físico e atentar-se ao nível de dificuldade do roteiro. Você pode marcar sua viagem com certa antecedência para já ir treinando aos pouquinhos, pedalando pelo bairro mesmo, ou optar por fazer os roteiros com bicicletas elétricas. 

De qualquer forma, já crie o hábito de pedalar, frear, subir e descer calçadas e desviar dos obstáculos. Passar pelos lugares devagar, atentar-se a cada detalhe e ter contato com os outros ciclistas é muito bacana e fará você querer repetir essa experiência diversas vezes. Caso você não tenha como pedalar pelas ruas, considere fazer aulas de spinning, que também é uma boa forma de se exercitar!

 

Cicloturismo, pedalando por aí

Entenda a diferença entre pedalar pela cidade e em terrenos irregulares

Se você costuma pedalar pela sua cidade e o destino para o qual irá viajar for predominantemente asfaltado, você quase não notará diferença; no caso, só é importante considerar a distância que você irá pedalar – se coincide com a que já está habituado a fazer ou se precisa de um pouco mais de preparo. 

Porém, se a sua viagem tiver um pouco mais de aventura e for em um ambiente montanhoso, com irregularidades no solo, você sentirá três aspectos diferentes: resistência, força e dirigibilidade. Considere treinar de acordo com o tempo médio de pedal e terreno do lugar para onde está indo e saiba que cada terreno requer um modelo diferente de bike.

Saiba como funcionam as bikes elétricas

Se você quer fazer um roteiro de bike, mas ainda não se sente preparado para pedalar, seja pelo seu condicionamento físico, por receio em não conseguir acompanhar o restante do grupo ou até por fatores psicológicos, como medo e insegurança, você pode optar por usar uma bicicleta elétrica. 

A ideia do cicloturismo não é incentivar recordes ou grandes velocidades, mas oferecer momentos de prazer, contemplação e conhecimento. Por isso, as bicicletas elétricas vêm com um importante papel de inclusão: elas fazem com que a experiência de pedalar seja possível para um grupo cada vez maior de pessoas. 

Vamos pedalar?


Para quem está começando

Bike para toda a família: Bertioga Juquehy

Este roteiro começa em Bertioga, na Praia do Indaiá, e termina em São Sebastião, na Praia de Juquehy. Por ser em uma área praticamente plana, é possível fazê-lo com qualquer tipo de bicicleta, até mesmo as dobráveis ou sem marcha, desde que em bom estado de funcionamento.

É perfeito para quem está começando no pedal, independentemente da idade, do nível de preparo físico ou do tipo de bicicleta. Já pensou em reunir toda a família e aproveitar um final de semana diferente em meio à natureza?

Clique aqui e saiba mais sobre o roteiro Bertioga – Juquehy

Cicloturismo por Juquehy

Para quem quer um roteiro intermediário

Bike pela Rota Charles Darwin

Imagine um circuito de bike entre as lindíssimas paisagens do Rio de Janeiro, Niterói, Itacoatiara, Saquarema e Arraial do Cabo. Agora imagine que, além de pedalar por belos cenários, você fará um tour cheio de história.

Esta viagem te leva a locais onde Charles Darwin esteve e fez descobertas importantes sobre seleção natural, que contribuíram para sua teoria de evolução das espécies, e ao Caminho Niemeyer, que são 11 km com diversas obras do famoso arquiteto. 

Clique aqui e saiba mais sobre o roteiro Rota Charles Darwin

Bike pelo Circuito das Frutas – Itupeva

O Circuito das Frutas passa por várias cidades do interior de São Paulo e se destaca pelo turismo rural em diversas propriedades, aproveitando o potencial de produção de frutas historicamente presente na região.

Este roteiro é ideal para quem já tem certa experiência e quer se preparar para viagens maiores, mas, caso alguém do grupo não se sinta totalmente preparado ou confortável, é possível também contar com bicicletas elétricas. 

Clique aqui e saiba mais sobre o roteiro Circuito das Frutas

Para quem já tem experiência

Bike no Vale Europeu: Circuito Completo

Este é o primeiro roteiro no Brasil planejado especialmente para ser percorrido de bicicleta. O trajeto foi traçado de forma a fugir das estradas de asfalto, priorizando, assim, as estradinhas de terra mais bonitas e tranquilas.

Com um total de 300 km, o circuito pode ser dividido em parte baixa e parte alta. A parte baixa conta com algumas subidas e descidas, mas pode ser feita por quem tem um condicionamento físico moderado. Já a parte alta, por apresentar um relevo mais acentuado, exige bom preparo físico e certa experiência em cicloturismo!

Clique aqui e saiba mais sobre o roteiro Vale Europeu

Cicloturismo, circuito completo pelo Vale Europeu

Fale conosco e comece a pedalar!

Ficou com vontade de fazer algum desses circuitos? Fale com a nossa equipe de especialistas e tire todas as suas dúvidas sobre os roteiros para fazer cicloturismo pelo Brasil!



Comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Você também pode gostar de ler

    Fale por Whatsapp

    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade e com os Termos de Uso.